22.1 C
Vitória
quarta-feira, 6 julho, 2022

Cervejaria investe R$ 3 milhões nas montanhas capixabas

A Azzurra é uma marca capixaba de cerveja artesanal. Foto: Divulgação

A cervejaria Azzurra está construindo uma nova filial, em Domingos Martins, e sua primeira fábrica, em Venda Nova

Por Amanda Amaral

A primeira fábrica da empresa já está em construção em Venda Nova do Imigrante, assim como sua nova filial na Rota dos Ipês, em Domingos Martins. Com isso, a Azzurra, especialista em cerveja artesanal, pretende investir em torno de R$ 3 milhões e quadriplicar sua produção.

As obras da fábrica devem ser concluídas até o final de 2022, com isso, a empresa que, hoje aluga outros parques para sua produção, vai partir para a fabricação própria. A capacidade é de 36 mil litros por mês, porém a produção inicial está estimada em 12 mil.

Controle de Qualidade

A fábrica será um divisor de águas, pois teremos mais controle sobre o produto e vamos fugir do aluguel, que pode ter um custo relativamente alto para a produção, com isso, também poderemos investir na qualidade da cerveja com mais controle”, explica o sócio-proprietário da Azzurra, Ávila Pedroni Lobo.

Já a construção da filial tem início nos próximos meses. O empresário explica que a ideia de transferir a sede, localizada em Vitória, para Domingos Martins levou em consideração a expectativa de desenvolvimento da região em função da Rota dos Ipês, que possui potencial gastronômico e turístico.

DNA nas Montanhas 

“Encontramos um grande parceiro e também muitas possibilidades, com a presença de grandes condomínios e outros espaços em crescimento”, disse.

Ávila Lobo ressalta ainda que o “DNA” da empresa está na montanhas capixabas, já que o primeiro empreendimento da Azzurra foi um green beer na Rota do Lagarto, em Pedra Azul, Domingos Martins. O local é um espaço para consumo do produto em área verde e foi fundado em 2018.

Tour Próprio

Ávila Lobo, sócio da Azzurra, e sua mulher, Thaiz da Cunha, durante visita à Rota do Lagarto, Domingos Martins. Foto: Divulgação

Inspirados no turismo da região que se baseia na apreciação de sabores, os proprietários da Azzurra pretendem realizar novos investimentos. “Nós queremos montar nossa própria rota da cerveja. O turismo vai ficar focado em Domingos Martins, mas no futuro, dando tudo certo com a fábrica, vamos oferecer nosso próprio tour passando pelos nossos empreendimentos”, comentou Ávila Lobo.

Atualmente, a cervejaria vende para casas de chope e restaurantes de Vitória e Vila Velha. O produto é produzido em fábricas de Guarapari e Castelo, o que gera uma produção entre 6 e 10 mil litros por mês, com volume de venda mensal de 8 mil litros por mês.

“Hoje temos alguns parceiros como Los Chicos, The Tap House, Argento Parrilha, que compram nossa cerveja para revender. A gente é uma cervejaria cigana, aluga a fábrica, mas produzimos nossa própria receita. Hoje estamos na Reserva do Gerente e Kasteel Bier”, contou Ávila Lobo.

 

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade