20 C
Vitória
quarta-feira, 21 outubro, 2020

Cartórios do ES registram acúmulo de protestos pagos, mas não cancelados

Leia Também

Agea Saneamento vence leilão de concessão de esgotamento sanitário de Cariacica e Viana

A empresa Agea Saneamento, venceu nesta terça-feira dia 20, o leilão de concessão com uma proposta de tarifa de R$0,99 por m³ de esgoto faturado, o que representa um desconto de 38,12% sobre o valor estabelecido no Edital.

STF confirma não ser obrigatório portar título de eleitor para votar

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou, por unanimidade, que o eleitor não pode ser impedido de votar caso não tenha em mãos o título de eleitor, sendo obrigatória somente a apresentação de documento oficial com foto.

Número de novas empresas volta a crescer no Espirito Santo

O Espirito Santo voltou a registrar o crescimento de novas empresas.

Devedores que quitaram títulos protestados podem permanecer na lista vermelha dos inadimplentes e continuar a ter dificuldades para obter crédito na praça.

Isso porque o pagamento do débito não é suficiente para limpar o nome, pois é preciso também baixar (cancelar) a dívida nos cartórios, o passo final para a conclusão do trâmite.

Se esse cuidado não for tomado, a pendência nos cartórios – onde são inscritas as dívidas com a União, com os Estados e com os municípios – é mantida por tempo perene. Ou seja, o débito nunca caduca, diferentemente do que ocorre em outros cadastros de devedores, nos quais depois de um determinado prazo o nome sai da lista.

Mais de 13.371 títulos inscritos nos últimos 12 meses em Certidão de Dívida Ativa (CDAs) e posteriormente pagos pelos contribuintes estão nessa situação no Estado. Isto é, o nome da pessoa acionada ainda está negativado.

O total refere-se às cartas de anuência emitidas pela Fazenda Pública, sendo 9.253 da União, 354 do Estado e 3.764 municípios, segundo dados do Instituto de Estudos de Protesto de Títulos do Brasil, Seção Espírito Santo (IEPTB-ES). Levando-se em consideração todas as espécies de títulos, estima-se que o total passe de 25 mil.

Cartas de anuência

As cartas de anuência são os documentos expedidos pelos credores que autorizam o contribuinte a cancelar o protesto após pagar a dívida. O alerta é para pessoas físicas e jurídicas que pagaram, por exemplo, IPVA, IPTU, Imposto de Renda, taxas de esgoto, entre outras obrigações com a administração, mas não se atentaram aos procedimentos. Para estar efetivamente fora da listagem negativa, é necessário procurar os cartórios, por meio de seus canais de atendimento, e pagar as custas da baixa (os chamados emolumentos) depois de saldar a dívida com o ente credor.

“Por lei, a obrigação de fazer o cancelamento é do devedor, e não do credor. A incumbência do credor está restrita ao fornecimento da carta de anuência. Essa informação é muita valiosa para o público, que muitas vezes a desconhece, e evita diversos problemas”, observa o presidente do (IEPTB-ES), Rogério Lugon Valladão.

Entenda o processo

Da intimação até a baixa, uma série de passos é seguida. Tudo começa com a inscrição do débito do devedor em dívida ativa nos registros do poder público. Após essa etapa, esses débitos são enviados aos cartórios sob a forma de CDA (Certidão de Dívida Ativa).
Os cartórios, então, comunicam essa falta ao devedor.

Para saber se tem um título protestado, o inadimplente também pode entrar no site pesquisaprotesto.com.br e digitar seu CPF (pessoa física) ou CNPJ (pessoa jurídica). Caso verifique a negativação de seu nome, ele deve entrar em contato com o ente credor para que boleto seja gerado e pago.

Uma vez paga a dívida, o credor comunica o fim do inadimplemento ao cartório enviando eletronicamente a carta de anuência.

“É a própria administração pública que envia esse comunicado. A pessoa que estava em dívida não precisa se preocupar em mandar essa carta ao cartório. Esse prazo entre a quitação e o envio da carta é rápido. De uma semana, aproximadamente. Temos muitos títulos pagos, mas não baixados no nosso cartório”, informa Bruno do Valle, oficial substituto do Cartório do Primeiro Ofício da Segunda Zona da Serra.

Com a carta enviada aos cartórios, é necessário posteriormente pagar os emolumentos para que o protesto seja, enfim, cancelado. Essas custas cartoriais variam de acordo com o valor da dívida. Vão de R$ 21,69 a R$ 2.213,47.

Além das CDAs, existem muitos outros títulos que estão na mesma situação nos cartórios, ou seja, a dívida foi paga ao credor, mas o devedor não fez o cancelamento no cartórios. Entre eles estão as contas de energia elétrica, contas de água, cotas de condomínio, duplicatas etc.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

EUA: Kudlow enaltece parceria com o Brasil e diz que China ‘é desafio’

Robert Lighthizer, participou do mesmo evento, e afirmou que o atual relacionamento beneficia ambos os países

Juiz bloqueia R$ 29 mi de Doria por ‘autopromoção’

Campos considerou que há indícios de que Doria os princípios da impessoalidade e da moralidade administrativa

Agea Saneamento vence leilão de concessão de esgotamento sanitário de Cariacica e Viana

A empresa Agea Saneamento, venceu nesta terça-feira dia 20, o leilão de concessão com uma proposta de tarifa de R$0,99 por m³ de esgoto faturado, o que representa um desconto de 38,12% sobre o valor estabelecido no Edital.

STF confirma não ser obrigatório portar título de eleitor para votar

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou, por unanimidade, que o eleitor não pode ser impedido de votar caso não tenha em mãos o título de eleitor, sendo obrigatória somente a apresentação de documento oficial com foto.

Freitas: fluxos financeiros estão cada vez mais atrelados a padrões ambientais

O ministro repetiu que o governo quer prover infraestrutura por meio da via privada - destacando a falta de recursos públicos para isso

Número de novas empresas volta a crescer no Espirito Santo

O Espirito Santo voltou a registrar o crescimento de novas empresas.

ES Brasil Digital

Capa ES Brasil 181
Continua após publicidade

Fique por dentro

Guedes volta a enfatizar necessidade de acelerar privatizações

"No primeiro ano em meio de governo fizemos nosso dever de casa e agora vamos fazer um road show de investimentos", completou o ministro

Guedes: estamos próximos de assinar acordo com EUA para evitar dupla taxação

Segundo o ministro, as novas reformas e novas fronteiras de investimento em diferentes setores possibilitarão o crescimento

Guedes diz que pode desistir de imposto sobre transações digitais

"A Febraban é que mais subsidia e paga todos os economistas brasileiros para dar consultoria contra esse imposto", afirmou Guedes

Rebanho bovino alcançou 214,7 milhões de animais em 2019, afirma IBGE

O Estado de Mato Grosso manteve a liderança na criação de gado, com 31,7 milhões de cabeças, o equivalente a 14,8% do rebanho nacional

Vida Capixaba

Disque-Denuncia completa 19 anos de existência

O Disque-Denúncia 181 da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp) completou 19 anos de existência e auxílio no trabalho policial no Espírito Santo.

Premio Inoves tem o maior número de inscritos em dois anos

O Inoves, uma premiação de Gestão Pública, registrou o maior numero de inscritos desde o ano de 2018.

Instituto capixaba investe 1 milhão de reais em startups

Os futuros empreendedores capixabas serão contemplados com o investimento de R$1 milhão, para quem deseja abrir seu próprio negócio.

Um dia No Parque

O parque Estadual da Pedra Azul, em Domingos Martins, está participando do Festival um Dia no Parque.
Continua após publicidade