24.9 C
Vitória
quarta-feira, 16 junho, 2021

Câmara vota projeto para coibir falsa vacinação em Vitória

O projeto segue em caráter de urgência e deve ser apreciado em plenário durante sessão ordinária na próxima semana

A Câmara de Vitória deve votar, na próxima semana, projeto que recomenda a adoção de protocolos a serem seguidos durante vacinação contra a Covid-19 para evitar falsas aplicações.

Na última quarta-feira (21), ocorreu em Vitória, na Unidade Básica de Saúde (UBS) de Santo André, a primeira denúncia de falsa aplicação da vacina contra a covid-19 na cidade.

O caso foi registrado em vídeo pela neta da paciente que a acompanhava para a aplicação do imunizante.

Pelo projeto, os profissionais de saúde atuantes na campanha de vacinação, deverão antes do ato mostrar de forma clara, o rótulo do imunizante e o que há no recipiente a ser ministrado.

Após o procedimento de vacinação, demonstrar ao paciente ou responsável que o recipiente encontra-se vazio e que a seringa também encontra-se completamente vazia, sem nenhum resquício do imunizante. O descarte também deverá ser feito de forma visível ao paciente.

Além disso, o texto estabelece sanções administrativas previstas no Estatuto do Servidor Municipal de Vitória, em casos em que o profissional não siga os procedimentos. Os profissionais de saúde das instituições privadas estarão sujeitos às penalidades previstas na legislação civil e penal.

O projeto segue em caráter de urgência, seguindo para análise e parecer das comissões vigentes para que seja votado na próxima sessão na Câmara Municipal de Vitória.

“Nosso projeto de lei da vacinação segura visa coibir essa prática dando segurança e sistematizando a aplicação das vacinas. Isso garante transparência, mais segurança para o profissional e para as pessoas que estão utilizando o sistema de saúde”, destaca Armandinho.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade