28.8 C
Vitória
segunda-feira, 29 novembro, 2021

Câmara aprova orçamento de Vitória para 2022

O orçamento foi aprovado com emendas. Entre elas, segundo o relator Leandro Piquet, a ampliação da reserva de contingenciamento do município para 2022

Por Josué de Oliveira

Os vereadores aprovaram, durante sessão realizada na manhã desta segunda-feira (19), O projeto que estabelece as diretrizes para elaboração de Lei Orçamentária (LDO) de Vitória para o ano de 2022. O Projeto foi aprovado com Emendas.

Segundo o relator do projeto, o vereador Leandro Piquet (Republicanos), foi ampliada a reserva de contingenciamento do município. “Não sabemos o futuro da economia de nosso país e temos que estar reparados se vier uma terceira ou quarta onda. Mas, se não vier, reverteremos essa receita para a saúde, para o esporte…”, disse.

O presidente do Legislativo, o vereador Davi Esmael (PSD), destacou que a execução de políticas públicas demanda dinheiro e o orçamento Municipal precisa ser bem investido. “Uma orientação que gostaríamos de dar é melhorar o orçamento do esporte e da assistência social”, sugeriu.

Durante audiência realizada na Câmara, o secretário Aridelmo Teixeira informou que a LDO manteve a determinação de rigor fiscal, e de valorizar o servidor e o cidadão.

Ao tratar das despesas municipais, o secretário voltou a frisar a necessidade do Município aumentar a sua capacidade de investimentos com recursos próprios. E apresentou os dados referentes ao período e os esforços feitos para economizar e realocar esses recursos para promover o crescimento. Do valor orçado para o período de R$ 1,9 bi, o primeiro quadrimestre fechou em R$ 428 milhões, o que corresponde a 22,6% do total.

“Para isso, e consideramos o quadro pandêmico, economizamos rigorosamente em carros, gasolina e todo o tipo de redução de despesa possível. Com relação à Educação, que trouxe muita preocupação e sofrimento à sociedade, demos uma atenção especial. Parte desse valor economizado permitiu que todos os alunos da rede municipal recebessem um kit alimentação, e com isso pudemos assumir uma obrigação não prevista, mas necessária. Também retomamos obras importantes”, disse ele.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade