21.6 C
Vitória
sexta-feira, 24 setembro, 2021

Cafeicultores ganham reforço para produção de cafés especiais

Máquina com tecnologia japonesa seleciona de forma eletrônica grãos para cafés especiais e permitem aos cafeicultores agregarem valor ao produto

Por Samantha Dias 

Os cafeicultores que se dedicam à produção de cafés especiais passam a contar com uma aliada para otimização do trabalho e ganho de qualidade do produto. Após dois anos de investimentos e testes por empresas privadas, foi desenvolvida uma máquina com tecnologia japonesa que seleciona eletronicamente os grãos de café cereja.

Para a produção dos cafés especiais o objetivo é obter lotes de alta pontuação e notas sensoriais raras, que serão vendidos por valores muito acima dos praticados para o café commodity. Assim, a seleção de grãos proporcionada pela máquina vai permitir ao produtor ter os grãos de alta qualidade, agregando valor ao produto e ganhando em competitividade.

Os produtores investem tempo, trabalho e dinheiro para produzir os cafés especiais. É preciso contratar e treinar funcionários, comprar equipamentos específicos, adaptar todo o fluxo de trabalho da fazenda, entre outras coisas.

A máquina selecionadora de cafés cereja tem capacidade de processar de 4 até 6 mil litros por hora, eliminando a necessidade de colheita seletiva nas lavouras, proporcionando redução nos custos; e de separar e classificar 6 tipos de defeitos dos grãos. Ou seja, a seleção minuciosa vai proporcionar lotes de cafés especiais de alta qualidade.

Com informações do Portal Conexão Safra

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade