É bicampeão! Café capixaba conquista prêmio

Os ganhadores capixabas participaram do concurso Coffee of the Year 2019, em Minas Gerais. - Foto: Divulgação / Secom-ES

Pela segunda vez consecutiva, o café conilon de Muqui foi o vencedor do concurso Coffee of the Year 2019 realizado em Belo Horizonte, Minas Gerais

O café conilon do Espírito Santo foi eleito o melhor do Brasil mais uma vez. Isso porque o cafeicultor do município de Muqui recebeu a premiação máxima representando a esposa, Neuza de Souza, ganhadora na categoria canéfora (conilon).

O Estado foi bem representado nas categorias do concurso Coffee of the Year 2019, durante o encerramento da Semana Internacional do Café (SIC), realizada em Belo Horizonte, em Minas Gerais.

O segundo lugar na categoria arábica foi recebida pelo produtor Leidiomar Meneguetti, do Sítio Rancho Dantas, de Brejetuba. Além dele, o terceiro lugar na categoria canéfora também ficou com um capixaba.

Das 25 mostras finalistas, quatro ficaram entre os dez primeiros colocados, reforçando a qualidade do café produzido no Espírito Santo.

Confira o vídeo com o depoimento do ganhador do prêmio: 

Em seu discurso, o governador Renato Casagrande parabenizou os ganhadores e destacou a qualidade das amostras apresentadas.

“O café capixaba tem se destacado pela qualidade e isso reflete nos resultados conquistados. Todos os dez capixabas finalistas ficaram entre os dez primeiros de suas categorias. Levamos o primeiro e terceiro lugares no conilon e o segundo no arábica. Isso demonstra como o Espírito  Santo,  de forma integrada entre o Governo do Estado, órgãos e instituições de pesquisa e os produtores, está trabalhando para que tenhamos cada dia um café com maior qualidade, agregando valor ao produto”, afirmou Casagrande.

O diretor-presidente do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), Antônio Carlos Machado, reforçou a importância do concurso.“É um orgulho de toda a cadeia produtiva que trabalhou pra chegar nesse nível. O prêmio é excelente, mas a maior premiação nós já ganhamos: o reconhecimento que o Espírito Santo tem no Brasil e no mundo. Que possamos coroar todo o trabalho do Incaper, dos parceiros e dos produtores com muitos prêmios”, disse.

Já o secretário de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca, Paulo Foletto, ressaltou o trabalho importante do Incaper quanto a qualidade e sustentabilidade. “Nossos agricultores são novamente vencedores, graças ao café diferenciado que produzem. Hoje, a preocupação é agregar valor ao produto. Isso oferece retorno e impulsiona o café capixaba. Independentemente de qual seja a origem, o fato é que o Espírito Santo produz um café de excelência e se apresenta para o Brasil e para o mundo como um café diferenciado”, avaliou.

o agricultor Luis Claudio de Souza e o produtor Leidiomar Meneguetti foram os finalistas das amostras de café capixaba. – Foto: Divulgação / Secom-ES
Torneio de Café

Os três primeiros lugares na categoria conilon do 5º Torneio de Café Fair Trade do Brasil, uma certificação internacional de qualidade, também foi dos capixabas.

Luiz Claudio de Souza, produtor de café conilon em Muqui, foi o primeiro colocado. Aliciana de Castro Mauri, de Jerônimo Monteiro, e Daiana Souza Carrari, de Muqui, ambas do “Pó de Mulheres”, ficaram na segunda e terceira colocações, respectivamente.

Leia Também:

 

Conteúdo Publicitário