19.4 C
Vitória
segunda-feira, 27 junho, 2022

Cachaça capixaba recebe visita de degustador europeu

A edição de Carvalho Americano teve a maior pontuação na feira Expocachaça de 2107, em Belo Horizonte, em Minas Gerais. (foto: divulgação)

A cachaça Santa Terezinha, localizado nas Montanhas Capixabas, está entre os roteiros selecionados para visitação pelo renomado organizador dos Festivais de Rum e Cachaça de Londres, Leszek Wedzicha.

A cachaça capixaba Santa Terezinha, produzida há oito décadas pela família Menegatti, já possui presença destacada no mercado internacional de destilados. A vinda de Leszek Wedzicha coroa este momento de boa receptividade da marca na Europa. No Brasil, a bebida também frequenta importantes restaurantes e bares locais e nacionais.

O profissional quer conhecer ao vivo o trabalho desenvolvido pela marca capixaba. Ele está no Brasil para uma extensa agenda de visitas em São Paulo, com passagem pelo alambique e loja conceito da Santa Terezinha nos dias 11 e 12 de setembro.

O sucesso da Santa Terezinha deve-se à sua produção essencialmente artesanal, feitas em pequenos lotes, utiliza cana de açúcar nativa e orgânica, sem queima no corte, destilada em alambique de cobre aquecido com fogo direto à lenha. Este processo garante a cada rótulo de cachaça, uma característica bastante singular, com gosto suave, um cheirinho macio de cana que desce redondinho pela garganta, enxugando o caminho sem deixar gosto amargo na boca.

Premiações

Tais predicados renderam à família Menegatti, a Medalha de Ouro no International Taste & Quality Institute Brussels, com 95 pontos, em 2014, na Bélgica, dentre vários outros no Brasil. A marca Santa Terezinha possui rótulos de cachaças brancas e envelhecidas em madeiras brasileiras, norte-americanas e europeias. A edição de Carvalho Americano teve a maior pontuação na feira Expocachaça de 2107, em Belo Horizonte, em Minas Gerais.

Para o cachaceiro Adwalter Menegatti, produtor da cachaça Santa Terezinha, a visita de Leszek Wedzicha contribui para o posicionamento do Espírito Santo entre os alambiques produtores de cachaça de qualidade no Brasil. “A Europa corresponde a cerca de 40% da exportação de cachaças brasileiras. Ter um alambique capixaba na rota dos destinos visitados por um grande promotor de eventos de degustação de cachaças europeu é importante para fomentar o setor e difundir o Estado”.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade