25.5 C
Vitória
quarta-feira, 17 DE julho DE 2024

Em Brasília, Casagrande anuncia ações com Governo Federal

Governador Renato Casagrande e vice Ricardo Ferraço atualizaram panorama de BR-101, investimentos em macrodrenagem e rodovias e ferrovias capixabas

Por Robson Maia

Cumprindo agenda na capital federal, em Brasília (DF), o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB) e o vice-governador Ricardo Ferraço (MDB) realizaram encontros com membros do Governo Federal para tratar de temas considerados estratégicos para o Espírito Santo. Ao final do dia, os gestores capixabas fizeram um balanço sobre as reuniões.

- Continua após a publicidade -

Os chefes do Executivo estadual se reuniram com os ministros da Cidades, Jader Barbalho Filho; da Integração e do Desenvolvimento Regional, Waldez Góes; dos Transportes, Renan Filho, de Minas e Energia, Alexandre Silveira; e das Relações Institucionais, Alexandre Padilha.

As principais pautas foram o avanço do projeto de macrodrenagem no município de Viana, os investimentos federais nas cidades atingidas pelas chuvas de março na região sul capixaba, além da situação das rodovias federais que cortam o Espírito Santo. Também foram abordados temas econômicos, como a expansão da oferta de gás e importações de veículos.

“No Ministério das Cidades, falamos também sobre um investimento importante como a adequação do acesso ao bairro Marcílio de Noronha, em Viana, que acaba sendo muito afetado pelas chuvas. Precisamos fazer a macrodrenagem daquela região. Então, juntamente com o prefeito, apresentamos o projeto para o ministro. A Prefeitura de Viana já tinha apresentado no PAC [Programa de Aceleração do Crescimento] e ficou bem encaminhado para que o Governo Federal nos ajude a realizar esse investimento”, afirmou o governador sem concretizar um prazo para que seja apresentada a proposta concreta.

Em relação à reconstrução das cidades da Região Sul capixaba, atingidas pelas chuvas, Casagrande relatou que o Governo Federal já liberou ao todo R$ 23 milhões para os 13 municípios atingidos pela enxurrada e o Governo do Estado também apresentou um plano de trabalho, com valor estimado em R$ 70 milhões.

“Viemos inicialmente agradecer a participação do Governo Federal na ação de reconstrução dos municípios e aproveitamos para pedir um reforço desses recursos ao ministro Waldez Góes”, disse o gestor.

Casagrande e Ferraço também estiveram no Ministro dos Transportes para tratar sobre as obras nas rodovias federais no Estado, em especial, as BRs 101 e 262.

“Houve um entendimento envolvendo o Ministério, a área técnica do Tribunal de Contas da União e a concessionária para que se retome as obras de duplicação da BR-101. Acredito que nos próximos meses teremos um parecer definitivo sobre esse tema. Também falamos sobre ferrovias. O ministro está buscando um entendimento com a Vale para termos a ligação ferroviária de Cariacica até Anchieta e o projeto de Anchieta até o Rio de Janeiro”, relatou o governador.

“Tratamos ainda sobre a renovação da Ferrovia Centro-Atlântica, que faz a ligação do centro do Brasil com a Estrada de Ferro Vitória a Minas. Queremos que a renovação da concessão tenha alguns investimentos previstos, como a transposição da Serra do Tigre e a ligação de Unaí a Pirapora. Fortalecendo assim o corredor Centro-Oeste, pois temos um porto que está sendo implementado em Aracruz. Essa é uma ação fundamental para nós”, complementou o gestor.

No Ministério de Minas e Energia, a comitiva tratou sobre a expansão da rede de gás natural no Espírito Santo e a renovação da concessão de energia elétrica.

“Tratamos da renovação da licença da EDP como distribuidora de boa parte de energia no estado do Espírito Santo e também do programa de gás.  Agora no mês de junho, dentro do programa ES + Gás, que são caminhos e rotas para a gente expandir a oferta e também a demanda de gás natural dentro do programa Capixaba de Descarbonização, trabalhando a transição energética e a importância do gás”, finalizou Casagrande.

Ferraço avaliou a agenda em Brasília como positiva e projetou novos avanços para o Espírito Santo com as políticas de investimento e desenvolvimento adotadas.

“O trabalho não pára e nós também estamos muito atentos a uma importante votação que vai acontecer hoje no Senado Federal, que joga de maneira decisiva a permanência do nosso Estado continuar sendo competitivo e liderando a importação de carros. A importação de carros elétricos tem sido uma fonte de financiamento, de geração de emprego e de oportunidade para os capixabas. Um dia de muito trabalho e muito resultado para os capixabas”, avaliou o vice-governador.

Confira o balanço divulgado pelos gestores capixabas no vídeo abaixo.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 222

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA