31.4 C
Vitória
quarta-feira, 24 fevereiro, 2021

Bolsonaro recua e diz que teto e responsabilidade fiscal seguem como ‘norte’

A regra do teto de gastos, prevista na Constituição, impede que as despesas cresçam em ritmo superior à inflação

Por Emilly Behnke (AE)

Depois de dizer que a ideia de furar o teto de gastos existe, o presidente Jair Bolsonaro recuou e voltou ao discurso de que a responsabilidade fiscal é o “norte” do governo. Na manhã desta sexta-feira, 14, o presidente usou suas redes sociais para reforçar seu compromisso com a manutenção do teto, depois de ter indicado que poderia extrapolar gastos, na noite anterior. O chefe do Executivo culpou a imprensa por noticiar a possibilidade de furo no teto de gastos.

Em transmissão ao vivo na quinta-feira, 13, Bolsonaro disse: “A ideia de furar teto (de gastos) existe, o pessoal debate, qual o problema?”

Ele pediu ainda compreensão e “um pouquinho de patriotismo” do mercado financeiro no caso de superação do teto de gastos.

As declarações foram feitas um dia após reunião com o ministro Paulo Guedes, da Economia, e os presidentes da Câmara e do Senado, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Davi Alcolumbre (DEM-AP), além de outros ministros, incluindo o do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho. Na ocasião, Bolsonaro, Maia e Alcolumbre se pronunciaram em defesa do teto de gastos.

Na manhã desta sexta, contudo, o presidente responsabilizou a imprensa por “variadas e absurdas notícias” com o teor de que “o Presidente admitia que o teto poderia ser furado”.

Ele afirmou que “não há dúvidas de que parte da grande imprensa tradicional virou partido político de oposição ao atual governo” “Apenas posso lamentar essa obsessão pelo ‘furo jornalístico’ onde a verdade é a primeira vítima nesses órgãos de comunicação, que teimam em desinformar e semear a discórdia na sociedade”, criticou.

Bolsonaro justificou que sua fala na quinta-feira estava relacionada à visão de que “por mais justa que fosse a busca de recursos por parte de ministros finalistas, a responsabilidade fiscal e o respeito Emenda Constitucional do ‘Teto’ seriam o nosso norte”.

“Vamos trabalhar junto ao Congresso para controlar despesas com objetivo de abrir espaço para investimentos e assim atravessarmos unidos essa crise. O presidente e seus ministros, sempre focados no absoluto respeito às leis, seguem trabalhando para resgatar econômica, ética e moralmente o Brasil”, complementou Bolsonaro.

A regra do teto de gastos, prevista na Constituição, impede que as despesas cresçam em ritmo superior à inflação. Apesar disso, conforme mostrado pelo jornal O Estado de S. Paulo e pelo Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado), o governo ensaia formas de contornar a previsão utilizando o orçamento liberado durante a pandemia do novo coronavírus para ampliar os gastos públicos, principalmente em obras.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Fed ainda vê folga no mercado de trabalho dos EUA e longo caminho de recuperação

Serão necessários investimentos dos setores privado e público para melhorar os fatores de produção no país EUA Por Ricardo Leopoldo (AE) O presidente do Federal Reserve...

Gabinete de deputada federal é desinfetado após assessor contrair covid-19

Segundo uma servidora do gabinete, que não quis se identificar, a medida foi tomada para evitar um possível espalhamento do vírus Por André Shalders (AE) O...

Deputada Flordelis é definitivamente afastada do cargo

Parlamentar é ré da morte do marido, o pastor Anderson do Carmo, e o julgamento por videoconferência ocorreu na tarde desta terça-feira (23).

Victor Coelho deve ser anunciado essa semana para disputar Amunes

O prefeito de Cachoeiro tem o aval do Palácio Anchieta Josué de Oliveira O prefeito de Cachoeiro de Itapemirim, Victor Coelho (PSB), será o candidato a...

Casagrande pede em Brasília mais vacinas e investimentos para ferrovia

O governador se reuniu com o presidente do Senado O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, se reuniu com o presidente do Senado Federal, Rodrigo...

Ministro reforça parceria do Governo para reduzir violência no Estado

Durante a visita ao Estado, o ministro participou de homenagens a policiais O ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, esteve no Espírito Santo...

ES Brasil Digital

ESBrasil-185
Continua após publicidade

Fique por dentro

Fed ainda vê folga no mercado de trabalho dos EUA e longo caminho de recuperação

Serão necessários investimentos dos setores privado e público para melhorar os fatores de produção no país EUA Por Ricardo Leopoldo (AE) O presidente do Federal Reserve...

Confiança da construção cai 0,5 ponto em fevereiro, revela FGV

O índice havia recuado 1,4 ponto. Considerando as médias móveis trimestrais, houve recuo de 0,6 ponto em fevereiro.

Brumadinho/Vale: Marco Aurélio nega pedido de partidos

Supremo Tribunal Federal (STF), negou pedido apresentado por movimentos de apoio aos atingidos por rompimento de barragens Por Paulo Roberto Netto (AE) O ministro Marco Aurélio...

Bolsonaro diz que há muita coisa errada na Petrobras e que Silva e Luna arrumará

O chefe do Executivo afirmou que o "novo presidente", o seu indicado para a presidência da empresa, general Joaquim Silva e Luna, irá dar...

Vida Capixaba

Os pães internacionais queridinhos dos capixabas

Do pão sírio a baguete, do pão francês ao croissant, está na moda se deliciar com receitas de pães internacionais

Projeto colorido e no estilo montessoriano abriga todos os sonhos de criança

Um projeto de dormitório de criança necessita de uma estrutura adequada para acompanhar todas as suas fases

Campanha Fiscal Consumidor também beneficia o interior do Estado

A medida favorece quem encontrar produto vencido nas prateleiras dos supermercados participantes

Programa Brasil Mais para reduzir custos e aumentar a produtividade das indústrias capixabas

No Espírito Santo, a meta é atender 2.100 empresas, prioritariamente do setor de comércio e serviço, até outubro de 2022 A competitividade da indústria passa...
Continua após publicidade