24.2 C
Vitória
domingo, 20 setembro, 2020

Bolsonaro diz que Congresso vai “sepultar” taxação de energia solar

Leia Também

Pandemia faz mulheres adiarem planos de ter filho

Segundo um estudo realizado pela empresa Famivita, que desenvolve produtos ligados à fertilidade, 1 em cada 3 mulheres alterou seus planos de gravidez na pandemia

Senac-ES oferece conteúdos gratuitos para orientar retomada de lojas e restaurantes

O Senac-ES conta com uma novidade em seu canal de youtube. A instituição disponibilizou em formato de conteúdo gratuito as novas normas de funcionamento,...

Caixa informa ter atingido marca histórica de R$ 200 bi em auxilio emergencial

A Caixa Econômica Federal informou nesta sexta-feira, 18, que atingiu a marca histórica de R$ 200 bilhões em pagamentos do auxílio emergencial para 67,2...
Acordo foi fechado no último domingo (5) com os presidentes da Câmara e do Senado

Presidente discute taxação de energia solar com os presidentes da Câmara e do Senado Crédito: José Cruz/ Agência Brasil

Após conversa com os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre, e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, deixou o presidente Jair Bolsonaro mais otimista com relação à possibilidade de não taxação da energia solar. A estratégia, segundo o presidente, é a de apresentar e aprovar um projeto de lei que proíba essa taxação.

“Liguei para o Rodrigo Maia [presidente da Câmara] e para o Davi Alcolumbre [presidente do Senado]. Se a Aneel vir a taxar, eles toparam derrubar a questão. Algum parlamentar deverá apresentar um projeto de lei para taxação zero e eles vão colocar para votar em regime de urgência. Então está sepultada qualquer possibilidade de taxar energia solar”, disse Bolsonaro, hoje (6), ao deixar o Palácio da Alvorada.

Na noite de domingo (5), o presidente usou as redes sociais para informar, por meio de um vídeo, que a decisão sobre a taxação da energia solar é de responsabilidade da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

“Que fique bem claro que quem decide esta questão é a Aneel, uma agência autônoma na qual seus integrantes têm mandato. Não tenho qualquer ingerência sobre eles. A decisão é deles. Nós do governo não discutiremos mais esse assunto, e ponto final”, disse o presidente em vídeo postado nas redes sociais.

Bolsonaro foi enfático ao dizer que quem fala sobre a questão, pelo governo, é ele. “Ninguém fala no governo, a não ser eu, sobre essa questão. Não me interessam pareceres de secretários ou de quem for”, afirmou.

Relatório
Em junho de 2019, a Secretaria de Avaliação de Políticas Públicas, Energia e Loteria (Secap), do Ministério da Economia, divulgou um relatório por meio do qual apresenta sua visão sobre o setor de energia. Nele, questiona subsídios cruzados do sistema de micro e mini geração distribuída. “Pelo sistema regulatório atualmente adotado, o consumidor da energia solar deixa de pagar todos os componentes na proporção da energia que gera, inclusive os tributos incidentes”, argumentou a Secap.

Na época, o subsecretário de Energia do Ministério da Economia, Leandro Moreira, disse que “na prática o consumidor de energia solar faz uso do sistema de transmissão e distribuição, mas não paga por ele, e nem pelos tributos contidos em uma conta tradicional de energia, que acabam sendo divididos e custeados pelos consumidores do sistema tradicional”.

Hoje (6), ao deixar o Palácio da Alvorada, Bolsonaro disse que conversará com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e com o de Minas e Energia, Bento Albuquerque, sobre o assunto. “O Bento me disse que o presidente da Aneel quer conversar comigo. Parece que é para falar sobre a tarifa zero”, disse.

“A própria Aneel se conscientiza de que essa fonte de energia tem de ser estimulada pelo governo”, disse o presidente, em meio a críticas a “grupos de lobistas que trabalham na transmissão de energia” que, segundo ele, “trabalham dento da Aneel para taxar a [geração de] energia solar”.

A Aneel informou, por meio de nota, que “compete ao órgão regulador executar as políticas emanadas do Governo Federal e do Congresso Nacional. As instituições hão de continuar trabalhando de maneira harmônica para o progresso do Setor Elétrico e do Brasil”.

Por Agência Brasil

Leia também:
Tarifa branca começa a valer nas contas de energia
Inaugurado maior complexo de energia compartilhada do Brasil
Energia solar garante economia em condomínios
- Publicidade -

Matérias relacionadas

Pandemia faz mulheres adiarem planos de ter filho

Segundo um estudo realizado pela empresa Famivita, que desenvolve produtos ligados à fertilidade, 1 em cada 3 mulheres alterou seus planos de gravidez na pandemia

Senac-ES oferece conteúdos gratuitos para orientar retomada de lojas e restaurantes

O Senac-ES conta com uma novidade em seu canal de youtube. A instituição disponibilizou em formato de conteúdo gratuito as novas normas de funcionamento,...

Caixa informa ter atingido marca histórica de R$ 200 bi em auxilio emergencial

A Caixa Econômica Federal informou nesta sexta-feira, 18, que atingiu a marca histórica de R$ 200 bilhões em pagamentos do auxílio emergencial para 67,2...

Anvisa autoriza que Pfizer dobre número de voluntários em testes para vacina

O laboratório informou que vai expandir o número de participantes do estudo para a vacina, chegando a cerca de 44 mil participantes

Fumaça do Pantanal que chega a SP pode agravar casos de doenças respiratórias

Outra recomendação que Cardenuto indica é a de evitar aglomerações, uma medida que já deveria ser cumprida em função do novo coronavírus

Lava Jato denuncia Cabral e Bezerra por propinas em contratos do DER

Segundo a peça, registros contábeis apreendidos com o operador de Cabral na Calicute mostram que Maciste efetuou, entre 2011 e 2017

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Valor Bruto da Produção Agropecuária deve ser recorde de R$ 823 bi, diz CNA

Outros fatores que podem influenciar o indicador do setor são o aumento de 4,3% na produção, a alta de 18,7% nos preços

OCDE melhora perspectiva para economia mundial e para o Brasil em 2020

A economia global parece estar se recuperando do baque provocado pelo novo coronavírus mais rápido do que se imaginava há apenas alguns meses graças...

Guedes diz que ‘cartão vermelho’ de Bolsonaro não foi direcionado a ele

O ministro lembrou que, desde início, o presidente disse que não queria consolidar programas sociais para criar o Renda Brasil, e que foi uma decisão política

Ainda acreditamos que é possível acoplar IVA federal com estadual, diz Guedes

O ministro ainda disse que é natural que os Estados façam esse movimento, com o maior peso de serviços na economia, mas "não podem espremer os municípios."

Vida Capixaba

Circuito Cultural homenageia as crianças em outubro

A 12ª edição do evento, que acontece em formato virtual, já atingiu público de mais de 8 mil pessoas Outubro é o mês das crianças...

Qualificar ES abre mais 36 mil vagas em cursos on-line gratuitos no Estado

As vagas serão divididas em dois editais de seleção, ou seja, em duas etapas de inscrição e serão disponibilizadas pela Secretaria da Ciência, Tecnologia,...

Detran|ES e Hemoes realizam ação para estimular doação de sangue

O Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES) e o Centro Estadual de Hemoterapia e Hematologia Marcos Daniel Santos (Hemoes) realizaram, nesta quinta-feira...

Alerta de chuva forte e volumosa para o Sudeste

A passagem de uma frente fria irá promover a atuação de instabilidades e ocorrência de chuva sobre áreas do estado de São Paulo, Rio...
Continua após publicidade