28.7 C
Vitória
quinta-feira, 1 outubro, 2020

Blairo Maggi: ministro da Agricultura na mira da PF

Leia Também

Assistente virtual vai tirar dúvidas dos eleitores

TRE-ES apresenta Bel. A assistente virtual irá esclarecer dúvidas sobre a regularidade da situação do eleitor, o número da inscrição eleitoral, o local de votação, dentre outras

Justiça concede liminar suspendendo o retorno às aulas

A juíza Alzenir Bollesi de Pla Loeffler, da 13ª Vara do Trabalho de Vitória, determinou, nesta quarta-feira (30), a suspensão do retorno às aulas presenciais da rede privada do Espírito Santo anunciado pelo governador Renato Casagrande para a próxima segunda-feira (5).

Outubro Rosa: Conscientização sobre o câncer de mama

Começa nesta quinta-feira (01) a campanha Outubro Rosa. Com o tema “Quanto antes melhor”, lançado pela Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM), o objetivo da ação é conscientizar a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama.

Polícia Federal faz buscas e apreensões nas residências de Blairo Maggi. A investigação faz parte da operação Malebolge, 12ª fase da Ararath, que investiga esquema de corrupção em Mato Grosso

O ex-governador do Mato Grosso e atual ministro da Agricultura, Blairo Maggi, abriu as portas de suas residências para que a Polícia Federal (PF) cumprisse o mandato de busca e apreensão nesta quinta-feira (14). Ao todo, cinco residências foram vistoriadas, entre elas foi uma localizada na Asa Sul, na zona norte de Brasília.

O apartamento é funcional, pois pertence ao Senado porque Blairo Maggi é senador licenciado do mandato pelo PP, por isso, a polícia do Senado também acompanhou a operação.

A busca e apreensão de documentos e objetos no local ocorreu no âmbito da Operação Malebolge, 12ª fase da Ararath, que investiga esquema de corrupção em Mato Grosso. Maggi é citado na delação premiada do ex-governador do Estado, Silval Barbosa (PMDB).

Os mandados foram autorizados pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal. Ele homologou a delação do ex-governador de Mato Grosso, Silval Barbosa, no mês passado. Para Fux, há indícios de envolvimento dos alvos dos mandados em obstrução de Justiça e formação de organização criminosa.

As revelações feitas pelo delator levaram às medidas pedidas pela Procuradoria-Geral da República (PGR). Na delação, Silval Barbosa cita Blairo Maggi diversas vezes. Afirmou que o ministro comprou a versão de um depoimento para que fosse favorável a ele.

Segundo Silval, Blairo Maggi pagou R$ 3 milhões destinados ao ex-secretário de Fazenda de Mato Grosso, Eder Morais. Silval admite que pagou outros R$ 3 milhões e Eder Morais, de fato, voltou atrás no depoimento.

Investigação

O inquérito judicial investiga crimes de corrupção, lavagem de dinheiro, organização criminosa, gestão fraudulenta de instituição financeira, crimes contra a ordem tributária.

Por meio de nota, “a PGR apura ainda a prática de obstrução de investigação criminal, que consistiu em pagar colaborador para mudar versão de depoimentos e pagar investigado para não celebrar acordo de colaboração”, diz a nota.

A delação de Silval foi gravada em áudio e vídeo pela Procuradoria-Geral da República. O delator entregou aos investigadores vídeos da farra da propina em Cuiabá. As imagens mostram políticos retirando mesadas milionárias das mãos.

Entretanto, Maggi afirma que a delação de Silval é mentirosa e negou pagamentos ilegais. O texto diz que o ministro não tem envolvimento com as acusações. “Ratifico ainda que não houve pagamentos feitos ou autorizados por mim, ao então secretário Eder Moraes, para acobertar qualquer ato, conforme aponta de forma mentirosa o ex-governador Silval Barbosa em sua delação”, alegou.

O ministro destaca ainda que possui conduta ilibada. “Jamais utilizei de meios ilícitos na minha vida pública ou nas minhas empresas. Sempre respeitei o papel constitucional das Instituições e como governador, pautei a relação harmônica entre os poderes sobre os pilares do respeito à coisa pública e à ética institucional”, finalizou.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Queimadas no Pantanal batem recorde em 9 meses e são as maiores em 23 anos

Somente na quarta-feira, 30, os satélites captaram 682 focos ativos. Em apenas nove meses, o bioma também bateu o recorde anual

Campos Neto: condições são restritas para emergente com fundamento desfavorável

O presidente do BC também reafirmou que "a conjuntura econômica continua a prescrever estímulo monetário extraordinariamente elevado"

Receita: 1ª alta na arrecadação indica recuperação econômica, diz Malaquias

"Verificamos que o crescimento das compensações tributárias foi usado para quitar os valores diferidos", explicou Malaquias

Assistente virtual vai tirar dúvidas dos eleitores

TRE-ES apresenta Bel. A assistente virtual irá esclarecer dúvidas sobre a regularidade da situação do eleitor, o número da inscrição eleitoral, o local de votação, dentre outras

Justiça concede liminar suspendendo o retorno às aulas

A juíza Alzenir Bollesi de Pla Loeffler, da 13ª Vara do Trabalho de Vitória, determinou, nesta quarta-feira (30), a suspensão do retorno às aulas presenciais da rede privada do Espírito Santo anunciado pelo governador Renato Casagrande para a próxima segunda-feira (5).

Outubro Rosa: Conscientização sobre o câncer de mama

Começa nesta quinta-feira (01) a campanha Outubro Rosa. Com o tema “Quanto antes melhor”, lançado pela Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM), o objetivo da ação é conscientizar a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama.

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Guedes: precatório não é fonte saudável, limpa, permanente e previsível

Temos o direito de examinar do ponto de vista de controle de despesas, o exame não é jamais para financiar programa A ou B", completou ministro

Economia: pedidos de seguro-desemprego caem 11,6% na 1ª quinzena de setembro

O custo de cada parcela adicional é estimado em R$ 8,35 bilhões, segundo cálculos da equipe econômica obtidos pelo Broadcast

‘Vamos fazer programa de substituição tributária’, diz Guedes

Ricardo Barros (PP-PR), afirmou ainda que não haverá aumento de carga tributária na proposta de reforma que o governo construirá

Conab avalia que Brasil terá segunda maior safra de café em 2020

O 3º Levantamento da Safra 2020 de Café, divulgado hoje (22), em Brasília, pela Companhia Nacional do Abastecimento (Conab), foi estimado em 61,6 milhões...

Vida Capixaba

Nova LEI proíbe fumar em parques públicos de Vitória

Agora é lei em Vitória: fica proibido fumar nos parques públicos municipais. Não será permitido o fumo de cigarros, cigarrilhas, charutos, cachimbos, narguilés ou qualquer produto fumígeno, derivado ou não do tabaco.

Hoje é dia da moqueca capixaba

A data, 30 de setembro, foi instituída por meio de lei municipal nº 8.313/12 e faz parte do calendário oficial de Vitória

Outubro Rosa 2020: novo formato, mesmo conceito

O movimento oficial Outubro Rosa 2020 chega em novo formato no Espírito Santo, mas com o mesmo conceito: alertar sobre a importância da detecção precoce do câncer. Afinal, a vida mudou. A forma de cuidar dela, não.

Bate-papo sobre “logística reversa”

A Câmara Técnica de Resíduos Sólidos da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental – Seção Espírito Santo (ABES-ES) irá promover um bate-papo online na terça-feira (29), às 19h, com o tema “Logística Reversa”.
Continua após publicidade