Bandes oferece crédito com juros baixos e facilidade no pagamento

A taxa de juros é de 1%, sendo a forma de pagamento em até 24 meses. Esta facilidade faz parte da nova linha de microcrédito do Banco de Desenvolvimento do Estado do Espírito Santo (Bandes). Chamado de Programa Creditar, que é voltado para comunidades com vulnerabilidade social, caracterizada pela exclusão financeira e bancária.

O Creditar, implantado no final do segundo semestre de 2010, conta com mais de cem contratos e quase R$ 100 mil financiados. Segundo o diretor-presidente do Bandes, Guerino Balestrassi, o objetivo do Creditar é promover o acesso ao empreendedor informal. “O programa é voltado a trabalhadores excluídos do sistema de crédito tradicional.
Além do crédito para que eles gastem com melhorias no ramo comercial, ainda concedemos capacitação, gerando oportunidade para que eles aumentem a própria renda, incrementem o poder de compra e, enfim, melhorem a condição de vida”, explica.

Quem recorreu ao microcrédito pensa em fazer um novo empréstimo para expandir o negócio. Pelo menos, para a microempresária Marileda Rosa dos Santos, moradora do Morro de São Benedito. “Meu marido é aposentado e eu estava desempregada. Antes mesmo do Creditar, já vendia na comunidade cerveja, refrigerante e ‘chup chup’ de frutas que eu mesma preparo. Eu precisava de um freezer. Vou conseguir pegar o financiamento sem dificuldade. Depois, já penso em fazer outro crédito pra abrir meu bar”.

O diretor de Crédito e Fomento do Bandes, Everaldo Colodetti, destacou que o microcrédito também veio para atender às pessoas que têm perfil empreender, no entanto, não tinham oportunidade já que não tinham garantias reais.

O programa, que faz parte das ações de redução à pobreza do Governo do Estado, é uma ação em parceria entre o Bandes, Banestes, Sebrae/ES e a Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo (Aderes), além dos Bancos Comunitários.

Bandes lança mais um Banco Esperança
Foi inaugurado nesta sexta-feira (11), por volta das 19 horas, no bairro Nova Rosa da Penha, em Cariacica, mais um banco comunitário, o Banco Esperança. A intenção é oferecer para os moradores de Nova Rosa da Penha, Nova Esperança, Padre Mathias, Porto das Pedras, Porto Engenho e Vila Cajueiro acesso ao crédito produtivo do programa.

O financiamento, no valor de até R$ 1 mil, pode ser pago em até 24 meses, com juros de apenas 1% ao mês e carência de seis meses. O valor pode ser para aquisição de equipamentos, ferramentas, matéria-prima e mercadorias, conserto de máquinas e equipamentos, treinamento e capacitação e reforma e ampliação das instalações relacionadas às atividades produtivas.

Além do Banco Esperança, o município de Cariacica conta com outro banco comunitário, o Banco Sol, do bairro Vista Dourada. O Creditar ainda integra os bancos Bem e Banco Puã, em Vitória; Banco Verde Vida e Banco Terra, em Vila Velha, e Banco Abraço, em Serra.

Simulação:
Para um financiamento de R$ 1 mil, o pagamento sairá em 24 parcelas de R$ 47,07.

Acesso ao crédito:
Para ter o crédito, os moradores dos bairros beneficiados devem acessar o site do Bandes (www.bandes.com.br) e verificar os endereços da rede de atendimento dos bancos participantes.

Conteúdo Publicitário
Compartilhe

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome