16.9 C
Vitória
sábado, 31 julho, 2021

Banco Central projeta aumento da inflação e taxa Selic em 2021

O Boletim Focus estima o IPCA em 4,6% e a taxa básica de juros em 4,5% até o final do ano

O Banco Central divulgou, nesta segunda-feira (15), um novo aumento da expectativa de inflação para 2021. O primeiro Boletim Focus deste ano informava uma previsão de 3,32%. Na última semana, a pesquisa já apontava a tendência de 3,98% para a inflação deste ano. Agora, o mercado financeiro espera que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) fique em 4,6%.

O Conselho Monetário Nacional definiu a meta de inflação de 3,75%, o que mostra que a projeção está acima do centro da meta. Os limites da inflação ficam entre 2,25% e 5,25%, já que o intervalo de tolerância é de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo.

O Boletim Focus também trouxe a projeção do mercado financeiro para a inflação em 2022 (3,50%), em 2023 e em 2024 (ambas de 3,25%).

O Banco Central controla a inflação a partir da Selic, a taxa básica de juros. A última definição do Comitê de Política Monetária (Copom) para a Selic foi de 2% ao ano. O Boletim Focus traz a previsão de que a Selic encerrará 2021 em 4,5% ao ano. Para o fim de 2022, a estimativa é de que a taxa básica chegue a 5,5%. E para o fim de 2023 e 2024, a previsão é 6% ao ano.

Com informações da Agência Brasil.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade