Bafômetro criado por irmãs detecta até 15 doenças

Foto: Divulgação / Arquivo pessoal

O dispositivo, criado pelas irmãs, detecta doenças como infecciosas e crônicas, como gastrite, pneumonia, diabetes e intolerância à lactose

Duas irmãs criaram um bafômetro que pode ajudar a medicina no diagnóstico de outras doenças. A estudante de biotecnologia Júlia Nascimento, 26 anos, e a doutoranda em computação Nathália Nascimento, 31, desenvolveram um dispositivo que detecta as doenças por meio do gás soprado no dispositivo.

De acordo com Júlia, o OrientaMed foi desenvolvido inicialmente por meio de aplicações de inteligência artificial de um trabalho científico de Nathália, que atualmente faz doutorado em Computação.

As estudantes que moram cidade de Feira de Santana, a cerca de 100 km de Salvador, buscaram um método de criar o aparelho com a ajuda do paulista Rheyller Vargas, que também é pesquisador na área.

As irmãs, de Feira de Santana, Bahia, desenvolveram um dispositivo que detecta as doenças por meio dos gases eliminados no sopro. – Foto: Divulgação

Segundo elas, em entrevista ao G1, o dispositivo partiu de uma ideia de Nathália, quando foi apresentar seu trabalho de mestrado na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), onde Júlia estuda. Ao ver a exposição, a irmã mais nova percebeu que a tecnologia também poderia ser usada na área da saúde.

O aparelho, então, pode identificar 15 patologias infecciosas e crônicas, como intolerância à lactose, pneumonia, Doença de Crohn e diabetes. Com ele, os resultados saem em apenas cinco minutos após o sopro. Assim, os profissionais da saúde podem solicitar exames adicionais para iniciar o tratamento do paciente.

O custo para a produção do aparelho é de R$ 2.500, em média. Mas, de acordo com Julia, se for criado em longa escala a aquisição será mais viável.

Atualmente, o aparelho mostra o resultado no computador, mas, de acordo com as estudantes, em breve será ampliado para o próprio gadget do aparelho. E o resultado só é possível por conta das bactérias presentes  no organismo humano, que causam gases específicos, liberados pelo sopro e auxiliam nas análises.

Conteúdo Publicitário