Avenida Vitória: avanço na mobilidade urbana

Av-Vitoria-obras
Programada para ficar pronta até o final desse ano, a obra na avenida Vitória. Foto: Renato Cabrini

Nova pavimentação asfáltica, ciclovia, sinalização e arborização. É tudo o que o capixaba vai ganhar com a nova Avenida Vitória. As obras, que começaram em outubro do ano passado, deverão ficar prontas até o final desse ano. E vai trazer grandes avanços para a mobilidade urbana na capital.

As obras da nova avenida Vitória estão a todo vapor e, com apenas três meses do início das intervenções, já estão 47% concluídas. Foram abertas várias frentes de serviços para que todos os processos possam ser adiantados. Ao mesmo tempo, são feitos os trabalhos de fresagem, demolição de pavimentação, drenagem, frentes de preparação para concretagem (regularização do solo, aplicação de concreto rolado – chamado de CCR, que é uma base para receber o concreto da pista -, e serviço de colocação de armação e formas) e aplicação do concreto na terceira faixa.

A avenida Vitória é uma das principais artérias de tráfego da grande Vitória. Ao todo, serão quase três quilômetros da via, que vão passar pelo processo de reestruturação. O espaço recuperado será o trecho entre a Avenida Cezar Hilal e a curva do Saldanha da Gama. A ciclovia também vai se estender durante toda a via. A obra está orçada em R$ 20 milhões.

Como ela vai ficar

De acordo com o projeto apresentado pela Prefeitura (foto abaixo), todo o asfalto será trocado. A faixa para veículos mais pesados vai receber reforço de concreto. E com isso terá mais durabilidade.

Também será implementado uma ciclovia de até três metros no canteiro central. Além de um guarda-corpo, que vai garantir a segurança dos ciclistas. A arborização que já existe será mantida.

“A obra da nova avenida Vitória prevê a preservação das características das árvores existentes no canteiro central da via. A via com fluxo de veículos mais pesados, por onde passam os ônibus, será refeita com concreto e não asfalto por conta da durabilidade, que é maior na pista por onde passam coletivos e caminhões”, explicou o secretário executivo da Central de Serviços, Weverton Moraes.

No restante da avenida, a obra continua a revisão da rede de drenagem e asfaltamento das pistas centrais. A pista vai ficar novinha para os veículos transitarem. “Essa obra vai garantir mais segurança não só para motoristas, mas o pedestre e o ciclista também”, garantiu.

nova-avenida-projeto
Esse é o projeto de como vai ficar a nova avenida. Foto: Renato Cabrini
Grandes expectativas

Segundo o secretário, a obra foi bem planejada. O transtorno é só por alguns meses. Ele garante que a população capixaba vai gostar do resultado final. Além da beleza que essa interferência vai trazer para a avenida.

Muita gente já está com grandes expectativas, como Gabriel Medeiros, que sempre usa a bicicleta para transitar no local. “A ideia da ciclovia foi ótima, até por que a pista para bicicleta otimiza nosso tempo, pois a gente consegue chegar mais rápido ao nosso destino. Além de nos dar mais segurança também. Não vejo a hora de poder usar a nova ciclovia”, afirma Gabriel.

Os motoristas também estão ansiosos. “É um bom incentivo para o transporte público até por que as pessoas não gostam de esperar. O transito também vai ficar mais organizado”, comentou Evaldo Bortoline. “Já estava precisando de uma obra na Avenida para modernizar o local. Pelo projeto, vai ficar bem melhor”, concluiu Luiz Guilherme.

Veja o vídeo