19.5 C
Vitória
sábado, 6 junho, 2020

Associação médica quer governo proibindo novos cursos de medicina

Leia Também

Crise tem maior impacto em negócios liderados por empreendedores mais velhos

Durante a pesquisa realizada pelo Sebrae e a FGV, foram ouvidos 10.384 empresários do setor, entre 30 de abril e 5 de maio, e mostrou que entre os entrevistados com 56 anos ou mais.

Prefeitura da Serra reduz burocracia para mais dez negócios

Na instrução normativa publicada na última segunda-feira (1°) foram incluídas mais 10 atividades na lista que já continha 150.

Petrobras eleva preço do gás de cozinha nas refinarias

O aumento também está relacionando ao consumo do gás de cozinha durante a pandemia, já que o isolamento social tem levado às famílias a cozinharem mais em casa.

Dia Mundial do Meio Ambiente estimula ações de preservação do planeta

Para comemorar a data, instituições privadas, ONG's, prefeituras, e outras, se unem para fazer ações de conscientização em tempo de pandemia.

Para a Associação Médica Brasileira, os novos cursos não estão formando profissionais de qualidade e podem trazer prejuízos à saúde da população

O objetivo é melhorar a qualidade na formação dos médicos e impedir que as escolas sejam um balcão de negócios econômicos e políticos

A Associação Médica Brasileira (AMB) está preocupada com a abertura de novos cursos de medicina e a qualidade dos profissionais formados. A entidade cobrou do governo federal a assinatura de decreto para impedir novas faculdades pelos próximos cinco anos.

Para a AMB, a maioria das novas escolas está diplomando profissionais de baixa qualidade. Assim, a saúde da população estaria em risco e sobrecarregando ainda mais o sistema de saúde. Inicialmente seria assinado um decreto no fim do ano passado.

O presidente da AMB, Lincoln Ferreira, questionou o ministro da Saúde, Ricardo Barros, durante evento realizado nessa quinta-feira (8). Segundo informações da instituição, o ministro declarou em recente entrevista que a decisão era do presidente Michel Temer. Barros teria adiantado que concorda com a decisão.

Mais de 300 cursos

O ministro afirmou que o número de cursos autorizados passou de 150 para mais de 300, segundo a AMB. Para a Associação, esta será uma das mais importantes conquistas da população brasileira e para a saúde do País.

“A verdade nua e crua é que o ensino virou um balcão de negócios com o aval dos governos que administraram o Brasil nos últimos 20 anos. A qualidade ficou em segundo lugar. Sessenta por cento são escolas particulares e cobram entre R$ 5 mil e R$ 15 mil por aluno”, explica Ferreira.

Segundo a associação, não há mais necessidade de qualquer curso de medicina novo. O Brasil precisaria de médicos com formação de qualidade. Entre 2000 e 2015, foram criadas 142 escolas médicas. Mais de cem escolas foram liberadas para atuar a partir de 2013. São, ao todo, 78 escolas federais, 35 estaduais, 16 municipais, duas públicas e 172 particulares. Um número surreal, se comparado com países como a China, onde existem 150 faculdades para 1,3 bilhão de pessoas. Nos Estados Unidos, há 131 cursos para 300 milhões de habitantes.

Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

esbrasil_177
Continua após publicidade

Fique por dentro

Inflação para famílias de baixa renda cai 0,30% em maio, diz FGV

Com o resultado, o índice acumulou alta de 0,81% no ano de 2020. Em 12 meses, o indicador acumulou avanço de 2,59% Por Daniela Amorim (AE)...

Dia Mundial do Meio Ambiente estimula ações de preservação do planeta

Para comemorar a data, instituições privadas, ONG's, prefeituras, e outras, se unem para fazer ações de conscientização em tempo de pandemia.

Produtos com até 50% no Dia Livre de Impostos

E por conta da pandemia do novo coronavírus, os estabelecimentos inovaram. Neste ano, o Dia Livre de Impostos será on-line.

Projeção de alta do crédito bancário em 2020 passa de 4,8% para 7,6%, diz BC

Já a projeção de crescimento do crédito livre em 2020 passou de 8,2% para 10,6%. No caso dos recursos direcionados, a projeção foi de zero para alta de 3,5%.

Vida Capixaba

Prefeitura de Vila Velha e BNDES firmam parceria para modernizar parque de iluminação da cidade

Inicialmente, o sistema substituirá as 35 mil luminárias em toda a cidade, com lâmpadas com tecnologia de LED, além de telegestão, instalação de tecnologia de monitoramento remoto das luminárias.

Tendência nos anos 1960, cinema drive-in chegará a Vitória

O cinema drive-in chegará a Vitória na segunda quinzena de junho, no estacionamento da Faculdade Estacio de Sá, em Jardim Camburi.

Vitória organiza Circuito Cultural com exposição on-line

Os alunos do Núcleo de Fotografia do Circuito Cultural, equipamento da Secretaria Municipal de Cultura de Vitória (Semc) fizeram trabalhos que estão sendo disponibilizados por meio de uma exposição on-line. 

Vila Velha instala câmeras de alta definição em ruas

Os equipamentos serão instalados em pontos estratégicos da cidade. A primeira instalação teste com uma das novas câmeras ocorreu na última sexta-feira (29), no Farol de Santa Luzia. 
Continua após publicidade