26 C
Vitória
quinta-feira, 11 agosto, 2022

ArcellorMittal compra siderúrgica no Ceará por UU$ 2,2 bilhões

Instalações da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), localizada no Ceará. Foto: Divulgação/ArcelorMittal

O acordo foi assinado com a Vale e seus sócios para ampliar a produção e investir em energia renovável no Ceará

Por Amanda Amaral 

A ArcelorMittal anunciou, nesta quinta-feira (28), a assinatura de um contrato com acionistas da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), localizada no Ceará, para sua aquisição no valor aproximado de US$ 2,2 bilhões.aquisiçntre os interesses da empresa, a ampliação em três milhões de toneladas da capacidade de produção de placas de alta qualidade e investimentos em energia renovável. O acordo foi assinado com a Vale (50%), em conjunto com seus sócios Posco (20%) e Dongkuk (30%), para a venda de participações na CSP.

Segundo a mineradora, o valor da transação será utilizado para o pagamento antecipado do saldo da dívida líquida de aproximadamente US$ 2,3 bilhões. O fechamento da negociação está sujeito a aprovações corporativas e regulatórias, inclusive aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômico (CADE), que é esperada até o final de 2022.

Ampliação da capacidade de produção

A CSP possui instalações de última geração, com operação de classe mundial para produção de placas de alta qualidade a um preço competitivo, segundo a ArcelorMittal. A usina opera um alto-forno com capacidade de três milhões de toneladas e tem acesso ao Porto de Pecém, localizado a 10 quilômetros de sua planta. A siderúrgica cearense também está dentro da primeira Zona de Processamento de Exportação do Brasil e é beneficiada por incentivos fiscais.

Entre os benefícios que a aquisição traz à companhia capixaba, conforme seu comunicado, estão: ampliação da posição da empresa na indústria siderúrgica brasileira, que tem potencial de alto crescimento; capitalizar o significativo investimento planejado de terceiros para formar um hub de eletricidade limpa e de hidrogênio verde em Pecém; e adicionar 3 milhões de toneladas de capacidade de produção de placas de alta qualidade e com competitividade em termos de custo, com o potencial de fornecer placas dentro do grupo ou de vender nas Américas do Norte e do Sul.

Ainda de acordo com a ArcelorMittal também são seus interesses: permitir novas expansões como a opção de adicionar capacidade de siderurgia primária (incluindo redução direta de minério de ferro – DRI) e capacidade de laminação e acabamento; e capturar mais de US$ 50 milhões de sinergias identificadas, incluindo SG&A, compras e otimização de processo.

Energia renovável

O estado do Ceará tem a ambição de desenvolver um hub de hidrogênio verde de baixo custo. O Hub de Hidrogênio Verde de Pecém é uma parceria entre o Complexo Pecém e a Linde, uma empresa líder mundial de gases industriais e engenharia.

Hidrogênio Verde é aquele produzido com eletricidade oriunda de fontes de energia limpas e renováveis, como as de matriz hidrelétrica, eólica, solar e provenientes de biomassa, biogás, outras. 

O projeto possui grande porte de hidrogênio verde, no Porto de Pecém, e almeja produzir até 5GW de energia renovável e 900 kt/a de hidrogênio verde em diversas fases. A primeira fase, no momento com previsão de conclusão ao longo dos próximos cinco anos, tem como objetivo a construção de 100-150MW de capacidade de energia renovável.

Competividade interna e externa

O Ceará tem potencial para produção de energia renovável, destacou o CEO da ArcelorMittal, Aditya Mittal. Foto: Miguel Ângelo/CNI

“Na CSP, estamos adquirindo um negócio moderno, eficiente, estabelecido e rentável, que irá melhorar ainda mais a nossa posição no Brasil e agrega valor imediato à ArcelorMittal. Existe um potencial significativo para descarbonizar o ativo, dada a ambição do estado do Ceará de desenvolver um hub de hidrogênio verde de baixo custo e o enorme potencial que a região tem para a geração de energia solar e eólica”, disse o CEO da ArcelorMittal, Aditya Mittal.

Ele complementou: “A CSP produz placas de alta qualidade e é competitiva em termos de custo, garantindo que seus produtos sejam competitivos internamente e para exportação. No curto prazo, continuaremos a abastecer a base de clientes existente da CSP nas Américas do Norte e do Sul. Entretanto, o potencial e as opções que ela oferece no médio e no longo prazo são o que torna esta aquisição tão empolgante”.

Sobre a ArcelorMittal

A ArcelorMittal é uma empresa líder mundial em siderurgia e mineração, com presença em 60 países e instalações siderúrgicas primárias em 16 países. Em 2021, a ArcelorMittal teve receita de US$ 76,6 bilhões e uma produção de aço bruto de 69,1 milhões de toneladas métricas, enquanto sua produção de minério de ferro chegou a 50,9 milhões de toneladas métricas.

A ArcelorMittal está listada na bolsa de valores da Nova Iorque (MT), Amsterdam (MT), Paris (MT), Luxemburgo (MT) e nas bolsas de valores espanholas de Barcelona, Bilbao, Madri e Valência (MTS).

Com informações da ArcelorMittal e da Vale. 

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade