Ano de 2012 vem registrando recorde de fusões e aquisições

Foram registradas 640 operações no três primeiros trimestres deste ano
Dados da Pesquisa de Fusões e Aquisições da KPMG indicam que de janeiro a setembro foram apuradas 640 operações de fusões e aquisições, um resultado 5,6% maior que o registrado no mesmo período do ano passado, quando aconteceram 606 operações. Os números provisórios de 2012 configuram um novo recorde neste período, sendo que o recorde total foi de 817 operações, registrado justamente em 2011.

Negócios envolvendo estrangeiros computaram um total de 390 acordos, 77 a mais que o registrado nos três primeiros trimestres de 2011. Já as chamadas transações domésticas (empresas brasileiras adquirindo companhias brasileiras), registraram 250 casos neste ano, representando uma redução em relação ao mesmo período do ano anterior, quando foram registrados 293 negócios. “Os estrangeiros foram maioria na ponta compradora, e compensaram com sobras a queda do número de transações domésticas neste ano. Apesar disso, são evidentes alguns sinais de queda quando se observa o volume do trimestre anterior em relação aos negócios de estrangeiros”, explica Luis Motta, sócio-líder na área de Fusões e Aquisições da KPMG no Brasil.

O estudo, que leva em consideração as fusões e aquisições anunciadas e concluídas, também indicou os setores que se destacaram com maior número de transações nos nove primeiros meses do ano: Tecnologia da Informação (com 83 operações); Serviços para Empresas (52); Companhias de Internet (47); Alimentos, Bebidas e Fumo (35); Shopping Centers (24); Companhias Energéticas (24); Imobiliário (24); Telecomunicações e Mídia (23); Químico e Farmacêutico (21); e Publicidade e Editoras (20).

Conteúdo Publicitário

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome