Alison Mamute conquista ouro na Malásia

Alison Mamute e Álvaro Filho festejam o ouro após ponto decisivo. GettyImage/FIVB

Mamute e e o parceiro Álvaro Filho subiram aos lugar mais alto do pódio em Kuala Lumpur

Alison Mamute mais uma vez no topo. No terceiro desafio juntos, o capixaba Mamute e o novo parceiro, o paraibano Álvaro Filho, mantiveram a tradição de colocar o Brasil em destaque. A dupla conquistou o ouro na chave masculina do torneio 3 estrelas de Kuala Lumpur, na Malásia.

Neste sábado, (04), a dupla venceu Brunner/Priddy (EUA) por 2 sets a 0 (24/22 e 21/18). “Nós queríamos muito esta vitória. A dupla dos Estados Unidos jogou muito bem no primeiro set, mas nós nunca deixamos de acreditar, nos mantivemos firmes em cada jogada. Jogamos com tudo que podemos, e já nos concentrávamos na próxima jogada”, declarou Álvaro Filho.

O título na Malásia garantiu à dupla um prêmio de 10 mil dólares (aproximadamente 39 mil reais), e 600 pontos no ranking mundial.

Alison e Álvaro vencem no terceiro torneio juntos. GettyImage/FIVB

Em Kuala Lumpur,  Alison e Álvaro perderam um único set nos seis jogos que disputaram e saíram vencedores. Na semifinal, os brasileiros passaram Walkenrost/Winter (ALE) por 2 sets a 0 (21/18 e 21/16). E o bronze ficou com os  norte-americanos Doherty/Hyden.

A próxima parada do Circuito Mundial 2019 será no Torneio 4 estrelas, na cidade de Itapema, em Santa Catarina, entre os dias 14 e 19 de maio. O evento faz parte também da corrida olímpica por uma vaga em Tóquio 2020.

A nova dupla

A parceria entre Alison e Álvaro, focada na corrida olímpica para Tóquio em 2020, foi costurada pelo campeão olímpico Ricardo, de 44 anos, que jogava com Alvinho.

A escolha por Álvaro partiu do próprio Mamute, após conversa com a sua comissão técnica. Mas a decisão só foi tomada depois de falar com Ricardo. O supercampeão nas areias, medalhista olímpico ouro na Olimpíada de Atenas 2004, prata em Sydney 2000 e  bronze em Pequim 2008, teve uma atitude digna de aplauso.

“Eu e Brachola (técnico) conversamos bastante, porque a decisão não era fácil e o tempo estava correndo. Mas foi depois de uma conversa com o Ricardo que tomamos a decisão. Tenho muito respeito e admiração por ele, e a atitude que teve, poucos teriam”, declarou Alison em março deste ano.

A estreia da nova dupla foi em abril deste ano, na etapa quatro estrelas do Circuito Mundial, em Xiamen, na China.

Alison Mamute

Em março de 2011, Alison Conte Cerutti, o Mamute, venceu pela primeira o Torneio Rei da Praia. Título este que voltaria a garantir nos três anos seguintes, tornando-se o maior ganhador brasileiro do torneio.

Rio 2016, o ouro olímpico. Foto: Leon Neal / AFP / CP

Naquele ano ainda, venceu dois torneiros de nível mundial. Em junho, ao lado do então parceiro Emanuel, venceu o Campeonato Mundial derrotando os também brasileiros Márcio Araújo e Ricardo Santos.. E dois meses depois, em agosto, tornou-se campeão antecipado do Circuito Mundial de vôlei de praia, na Finlândia.

Desde o início da atuação como profissional, Mamute já subiu ao pódio mais de 90 vezes. Entre elas, no Pan-Americano de 2011, em Guadalajara, México,  com Emanuel. A dupla conquistou ainda a prata nas Olimpíadas de Londres de 2014. Com Bruno Schimidt, Alison conquistou o ouro nos Jogos Sul-Americanos, em Santiago, no Chile. E também sua maior e mais festejada vitória, o ouro no Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, para delírio da torcida brasileira.

Títulos Individuais

Melhor Atacante do Circuito Mundial (2011, 2012, 2016[49])
Melhor Jogador Ofensivo do Circuito Mundial (2011)
Melhor Bloqueio do Circuito Mundial (2015[28])
Jogador que mais evoluiu no Circuito Mundial (2009)
Melhor Atacante do Circuito Banco do Brasil (2009, 2011, 2012/13, 2015/16,[50] 2016/17)
Melhor Bloqueio do Circuito Banco do Brasil (2009, 2010, 2011, 2015/16,[50] 2016/17)
Revelação do Circuito Brasileiro Banco do Brasil de 2006[51]
Dupla do Ano (2011, 2015)
Rei da Praia (2011, 2012, 2013, 2014)

Da redação, com informações da CBV

Conteúdo Publicitário