21.6 C
Vitória
sexta-feira, 24 setembro, 2021

Qual a importância da moda sustentável?

O meio ambiente tornou-se pauta em diversas discussões – e a reflexão sobre o consumo não ficou de fora.

De acordo com dados disponibilizados pela Ellen MacArhtur Foundantion, a indústria da moda é a segunda maior poluente do mundo, ficando atrás apenas da petrolífera. Além do grande consumo de água para a produção das peças, a utilização do poliéster como matéria-prima também preocupa, afinal, grande parte da composição do tecido é proveniente do plástico – e apenas 1% é reciclado.

Ainda citando a fonte anterior, pode-se concluir que o fast fashion, tendência que cria peças acessíveis “descartáveis”, produz roupas que duram menos de 1 ano. Estas são incineradas ou enviadas para aterros 87% das vezes.

Por fim, a pesquisa indica que 60% de todo tecido produzido no mundo é destinado para a fabricação de roupas, que serão utilizadas por um curto período e, depois disso, deixadas de lado por perderem a sua usabilidade

Problemas da moda

Diego Mazon, sócio-fundador de uma empresa voltada para moda sustentável, contrapôs o cenário atual com o passado. “Anos atrás, as peças eram feitas para durar. Era comum encontrar roupas conservadas por anos a fio. A qualidade era diferente das peças atuais, mas os impactos ambientais para produção são praticamente os mesmos”, explica.

O especialista segue dizendo que o reflexo do consumo pede que o mercado se esforce na criação de peças mais baratas, mas que também duram muito menos. “Com o avanço da importância da moda sustentável e vestimenta, muitos entenderam que ter mais peças no guarda-roupa era um diferencial. Com isso, entendemos a vontade de gastar cada vez menos com vestimentas, por conta da compra em maior quantidade. Ainda assim, é possível adquirir boas peças com baixos investimentos”, diz.

Com informações da Agência Brasil

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade