19.4 C
Vitória
sexta-feira, 29 maio, 2020

Competitividade: a agenda da economia mundial

Leia Também

Como montar um cantinho lúdico e organizado para as crianças

Com as crianças em casa em tempo integral, as famílias se deparam com o desafio de manter a rotina de atividades escolares e brincadeiras.

Governo e instituições firmam parceria e restauram 20 respiradores

Os respiradores consertados serão levados às unidades hospitalares de referência no tratamento da Covid-19. Segundo o governo do Estado, a restauração dos equipamentos não gerou custos administrativos.

Maia diz que auxílio emergencial deve ser prorrogado, mas teme redução de valor

O presidente da Câmara dos Deputados afirmou que há um embate explícito dentro do governo, e do próprio Parlamento, entre priorizar investimentos públicos e privados.

Orquestra Sinfônica Sul Espírito Santo realizará apresentações on-line

A primeira apresentação da série "[email protected] Sinfônica In Live", será na próxima quinta-feira (04), a partir das 20h, pelas mídias sociais do projeto social Casa Verde.

O Índice de Competitividade Mundial 2018 (ICM) mostrou que dentre as 140 economias analisadas, as 10 mais competitivas são EUA, Singapura, Alemanha, Suiça, Japão, Holanda, Hong Kong, Grã Bretanha, Suécia e Dinamarca. Nenhuma novidade porque são mercados desenvolvidos

Nesse ranking, o Brasil é a 72ª. Seus pares na América latina, Argentina, é a 81ª do ranking, o Chile 33ª, México 46ª, Colômbia 63ª e Peru 63ª. No BRICS, Rússia 43ª, China é 28ª, Índia 58ª, África do Sul 67ª.

O estudo também dimensiona o impacto da 4ª revolução industrial, em curso, para os projetos de desenvolvimento dessas economias, ressaltando o papel da inovação para assegurar competitividade.

Esse o direcionamento associa os tradicionais elementos infraestrutura física, estabilidade macroeconômica e segurança jurídica à valorização do papel do capital humano, da cultura empreendedora, e da resiliência para garantir um ambiente de negócios dinâmico, capaz de fomentar a inovação e tornar as economias mais competitivas. Competitividade sustenta crescimento de longo prazo.

Essa leitura da situação é motivada pela disparidade  dos desempenhos das economias entre regiões e entre países.

Por exemplo, Europa e América do Norte, abrigam 7 das 10 economias mais competitivas.

Mas na União Europeia há níveis diferentes de competitividades entre grupos de países.

A Turquia, por exemplo, ocupa a posição 116ª.

O Leste Asiático e Região do Pacífico, abrigam 3 das 10 economias mais competitivas – mas Coreia, 15ª economia mais competitiva, contrasta com a Índia, 58ª, mesmo que ela tenha um setor de Tecnologia da Informação bastante desenvolvido.

E no Sudeste Asiático, Singapura, 2ª economia mais competitiva, contrasta com Lao, 112ª.

Em outro ângulo, 17 das 34 economias mais competitivas do sub-saara estão entre as 20 menores economias mundiais.

Na América Latina, o Chile, 33ª em competitividade, contrasta com Haiti, 138ª.

Nesse sentido, todas as economias ainda precisam dedicar muita atenção para os fatores que desenvolvem competitividade e investir pesadamente neles de maneira que sejam capazes de sustentar desempenhos crescentes e contínuos

Dentro do G20, tem os EUA, 1º lugar no ranking da competitividade, e Argentina, 81ª, pior desempenho desse grupo. No pilar qualidade da saúde pública, o Japão, é o 1º lugar dentre as 140 economias; e a África do Sul, 127º.

Nesse grupo, em termos de capacidade para inovar, se por um lado EUA,  Alemanha, Japão, Grã Bretanha, e Coreia são líderes em inovação; China, Itália, Índia, Rússia e Austrália ainda precisam melhorar muito.  Assim como o Brasil, que é líder na América do Sul em capacidade inovadora, e ocupa a 40ª posição em termos mundiais.

Nesse sentido, todas as economias ainda precisam dedicar muita atenção para os fatores que desenvolvem competitividade e investir pesadamente neles de maneira que sejam capazes de sustentar desempenhos crescentes e contínuos.

Parte do baixo ritmo da economia mundial pode ser explicada pelas limitações à inovações. Essas limitações, por sua vez, são resultados das condições institucionais domésticas, que não percebem o papel do mercado externo, do capital humano e da segurança jurídica para impulsionar desenvolvimento. Assim, os entraves não são por acaso.


Arilda Teixeira é economista e professora da Fucape


Leia mais
Empresas de Alto Crescimento no Brasil (EACs) – 1ª Parte
Empresas de Alto Crescimento (ECAs) – 2ª parte

Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

esbrasil_176
Continua após publicidade

Fique por dentro

Pesquisa revela que empresas capixabas de TI apostam na superação da crise causada pela pandemia

O foco foi identificar as principais dificuldades, sugestões e expectativas diante os desafios que a pandemia, provocada pela Covid-19, impôs ao mercado de tecnologia do Espírito Santo.

Marcos Troyjo é eleito presidente do Banco do Brics

Troyjo sucederá o indiano Kundapur Vaman Kamath, primeiro a comandar o NDB, criado na reunião de cúpula do Brics de Fortaleza, em 2014

Aneel tenta reduzir reajustes tarifários para ex-distribuidoras da Eletrobras

Os contratos de concessão dessas distribuidoras, que foram vendidas em leilões realizados há dois anos, previa a possibilidade de que os novos operadores pedissem Revisão Tarifária Extraordinária (RTE) para reconhecer os investimentos realizados na área de atuação das empresas

Com crise, mercado financeiro projeta rombo fiscal recorde este ano

Dados divulgados nesta segunda-feira, 25, pelo Banco Central mostram que a expectativa de déficit primário do setor público para o ano subiu de 7,80% para 8,00% do Produto Interno Bruto (PIB).

Vida Capixaba

Golden Tulip Porto Vitória inaugura espaço exclusivo para lives

O objetivo é disponibilizar infraestrutura tecnológica de ponta para encontros virtuais, como shows e transmissões corporativas, além de ensaios de grupos musicais. 

“Blitz do Bem” entrega kits de limpeza e máscaras, na Serra

Nesta quarta-feira (27), uma equipe do Departamento de Operações de Trânsito (DOT), em parceria com a Guarda Civil Municipal e a Secretaria de Saúde do município, distribuiu kits de limpeza e máscaras de proteção.

Observatório online ajuda a fortalecer a gastronomia regional

Com coordenação e execução da instituição, o Observatório busca realizar ações de pesquisa e de documentação sobre as cadeias produtivas, os sistemas alimentares, e demais temas referentes à culinária.

Robô virtual de Vila Velha oferta cursos gratuitos pelo Whatsapp

O primeiro curso divulgado é o “Empreenda Vila Velha Digital”, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Semdec).
Continua após publicidade