25.9 C
Vitória
sábado, 4 dezembro, 2021

Acontece hoje o 6º Seminário de Corrosão sobre o grafeno

O evento vai acontecer à partir das 14h30 e será transmitido pela internet

Por Wesley Ribeiro

Acontece hoje o 6º Seminário de Corrosão, promovido pelo Sindicato das Indústrias Metalúrgicas e de Material Elétrico do Espírito Santo (Sindifer). O evento, que vai acontecer à partir das 14h30 e será transmitido pela internet, vai apresentar os benefícios do grafeno na indústria, bem como sua utilização para prevenção e diminuição da corrosão.

Uma das formas cristalinas do carbono, o grafeno costuma ser leve, um excelente condutor de calor e eletricidade, e é o material mais forte já encontrado. O evento discutirá as aplicações do elemento como aditivo na transformação e melhoria dos produtos, visto que a identificação de um grafeno de qualidade é, sobretudo, fator essencial na implementação de performance.

A Palestra Magna será ministrada pelo pesquisador da Universidade Nacional de Singapura (UNS) e CTO da empresa 2DM, Doutor Ricardo Oliveira, com o tema “Aplicações de Grafeno na Vida Real”.

Tecnologia

Ricardo Oliveira desenvolveu, em Singapura, uma tecnologia única de produção do grafeno, a partir da qual é gerada 1 tonelada da substância por mês, mediante tecnologia licenciada, o que viabiliza a venda de qualidade por um menor custo.

Segundo o pesquisador, é muito fácil mostrar o valor adicionado ao produto quando é utilizado um grafeno de qualidade.

“O Brasil é um país tropical de altas temperaturas, salinidade extrema, um dos locais mais agressivos do mundo para corrosão. A funcionalidade do grafeno em tintas e revestimento, por exemplo, é uma realidade”, diz Oliveira.

Brasil

O engenheiro de manutenção e especialista em corrosão, e membro do Comitê de Corrosão do Sindifer, Wander Pacheco Vieira, ressalta que o Brasil é o terceiro maior produtor de reserva de grafita, a matéria prima do grafeno. O que coloca o país em uma posição vantajosa.

“A importância do grafeno é vasta, pois, tem diversas propriedades sobre as quais a indústria tem grandes expectativas para solucionar problemas ligados à corrosão. E esse seminário vem para proporcionar uma discussão sobre o assunto e ampliar o conhecimento a esse respeito”, explica Vieira.

Mas as vantagens não param por aí. “O campo acadêmico é outro que pode ganhar muito, uma vez que muitas pesquisas podem ser realizadas com o objetivo de descobrir ainda mais possibilidades para o uso do grafeno”, acrescenta.

O Seminário de Corrosão é realizado pelo Sindifer, por meio do Comitê de Corrosão, com patrocínio do Sebrae/ES e Sistema Findes.

Serviço

6º Seminário de Corrosão: “Aplicações de Grafeno na Vida Real”
Dia: hoje
Hora: A partir das 14h30
Inscrições e transmissão: https://seminariocorrosao.com.br/
Também transmitido pelo YouTube: www.youtube.com/c/sindiferes

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade