23.3 C
Vitória
terça-feira, 11 agosto, 2020

Acessibilidade: investimentos podem atrair turistas

Leia Também

A luta dos municípios contra a queda de arrecadação

Contra a queda de arrecadação: montante dessa queda pode chegar a 15%, o que representa uma perda de R$ 1 bilhão. Situação no interior é pior

Planejamento para matrículas escolares de 2021 na Serra

A Secretaria Municipal de Educação da Serra (Sedu) vai iniciar neste mês de agosto a discussão interna do cronograma para o processo de matrícula...

TRE-ES inicia convocação de mesários para as Eleições 2020

Os interessados em contribuir com o processo eleitoral podem fazer o cadastro imediatamente Entre voluntários e convocados, mesários, prepostos e colaboradores que atuarão nas Eleições...

Ricardo Shimosakai

Cidades prontas a receber, hospedar e atender qualquer pessoa. Esta é a sentença do que se pode e deve esperar do turismo adaptado segundo Ricardo Shimosakai. Paraplégico desde ter sido atingido por um tiro dez anos atrás em um sequestro-relâmpago, ele seguiu a vida de viajante pelo mundo, formou-se em Turismo e passou a dar palestras sobre acessibilidade como investimento para as empresas do setor.

Presente à Expotur 2011 – 7º Salão de Turismo e 2º Salão do Artesanato do ES, que encerrou neste final de semana, em Vitória, ele apresentou as oportunidades que se abrem ao investir em transformações para receber pessoas com deficiência. “Apenas os turistas americanos gastam quase 14 bilhões de dólares por ano”, afirma Shimosakai. 

Em 2002, segundo estudo apresentado por ele, os números ficam ainda mais impressionantes quando desmembrados. Os americanos com deficiência fizeram 32 milhões de viagens pelo mundo, gastaram 4,2 bilhões de dólares em hospedagem, 3,3 bilhões de dólares em passagens aéreas, 2,7 bilhões de dólares em alimentação e bebidas e 3,4 bilhões de dólares em comércio, transporte e outras ofertas de entretenimento e consumo. “O Brasil é lindo e todos querem conhecer. Mas qual a razão de eles não virem para cá?”, questiona.

A resposta também vem em números. Morador de São Paulo, certa vez ele próprio foi a campo pesquisar o poder de consumo das pessoas com deficiência. Foi a uma concessionária de veículos e descobriu que, na média, apenas naquela empresa, um veículo adaptado era vendido por dia. “Quem compra um carro adaptado tem dinheiro para viajar”, sentencia. “Pode e quer conhecer outras cidades.” Mas para onde vão os turistas brasileiros? “Acabam viajando para outros países.”

No Brasil, segundo o último Censo, há 24,5 milhões de pessoas com deficiência, população maior, por exemplo, que a de Portugal, do Chile e de outros países. E sendo assim, não se trata, como alguns ainda possam pensar, de um favor ou de uma ação de caridade. “É um investimento com retorno que precisa ser visto assim.” Visto, informado e operado. Algumas vezes, segundo Shimosakai, as medidas corretas são tomadas, mas seguem ineficazes por detalhes que não são observados. “Não adianta ter equipamentos e não treinar as pessoas” exemplifica. “E também não basta ter pontos acessíveis se isso não for divulgado.”

Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

ESB 179 Digital
Continua após publicidade

Fique por dentro

Setores mais afetados pelo distanciamento social seguem deprimidos, diz BC

Ao avaliar o futuro da atividade econômica, o BC repetiu a ideia de que "a incerteza sobre o ritmo de crescimento da economia permanece acima da usual

Safra deste ano deve ser 3,8% superior à de 2019, prevê IBGE

A produção brasileira de cereais, leguminosas e oleaginosas deve fechar o ano de 2020 em 250,5 milhões de toneladas. Com informações da Agência BrasilCaso a...

211 vagas de emprego em Cariacica

Os munícipes têm a ajuda da Agência do Trabalhador, que esta semana está divulgando 211 vagas, sendo 55 são destinadas à Pessoa com Deficiência...

Estimativa para Selic no fim de 2020 permanece em 2,00% ao ano no Focus do BC

Os economistas do mercado financeiro mantiveram suas projeções para a Selic (a taxa básica da economia) no fim de 2020. O Relatório de Mercado...

Vida Capixaba

Bike se populariza em tempos de coronavírus

Para fugir das lotações, dos atrasos e riscos de contaminação do transporte público, muitas pessoas se tornaram adeptas das bicicletas neste período Que táxi, que...

31ª Dez Milhas Garoto é adiada para 2021

Com a insegurança em relação a propagação do vírus do Covid-19 pelo Brasil, os principais players do mercado de eventos, feiras e congressos do...

Mostra on-line de arte e cultura em Vitória

A distância dos palcos não impediu que os alunos dos espaços culturais da Secretaria Municipal de Cultura (Semc) se apresentassem ao público em 2020. Durante...

Dia internacional da cerveja: mulheres ganham cada vez mais espaço

Apesar de ainda sofrerem preconceito, mulheres estão cada vez mais conquistando espaço no meio cervejeiro. A data é comemorada sempre na primeira sexta-feira de agosto,...
Continua após publicidade