20.9 C
Vitória
quarta-feira, 20 outubro, 2021

A vida pós-pandemia: como gastar menos?

Mais Artigos

A pandemia do covid-19 foi devastadora para as finanças de muitas pessoas, e a incerteza de uma crise financeira prolongada, fez com que as famílias gastassem menos, com receio de como seria o “dia de amanhã”

Por Jefferson Betzel

Em razão disso, eu quero ajudar àqueles que pretendem continuar com os gastos mais controlados, após os momentos difíceis passarem, para buscar novas conquistas financeiras, realizar sonhos ou até mesmo formar uma reserva de emergência mais robusta e investir mais.

Mas como gastar menos com a vida voltando ao normal? 

Preço e valor são coisas diferentes. Mais gasto não significa mais prazer! É preciso treinar o cérebro para tomar decisões mais saudáveis para as finanças, com atenção no curto e também no longo prazo. Trocar o prazer do gasto imediato pela satisfação do investimento para o longo prazo, não é exatamente um exercício fácil, mas é preciso e é muito importante aprender a esperar e a ter esse autocontrole.

Responder algumas perguntas para você mesmo, pode ser a chave que lhe fará evitar um gasto desnecessário, como por exemplo:

Quero ou preciso? 

  • Essa pergunta vai fazer você identificar se a sua compra será feita pelo desejo de querer ou pela razão de precisar.

Agora? 

  • Aqui você identifica a urgência de adquirir o item. Se não quer ou não precisa agora, você pode esperar para fazer esta compra em outro momento.

Posso comprar?

  • Você tem condições para comprar o item? Se não tiver condições, melhor não comprar.

Está caro? 

  • Se você chegou até aqui, é porque está precisando do item com urgência, e chegou a essa conclusão usando a razão e não a sua emoção. Então, nesta pergunta, você irá identificar se o produto está com o preço muito elevado, com preço justo ou barato. E seguindo a lógica, se estiver com preço elevado, poderá pesquisar melhores preços em outros lugares.

Por fim, eu lhe oriento que: até que você se habitue a responder essas perguntas automaticamente, coloque-as em um bilhete dentro da carteira de dinheiro ou junto do cartão de crédito, e refaça-as todas as vezes que surgir a dúvida em relação a compra de algum produto.

Para uma nova vida financeira, é preciso que novos hábitos sejam incorporados no seu dia a dia, bem como das pessoas com quem você divide a casa e às despesas.

Sem radicalismos, passos simples podem mudar à sua vida!

Jefferson Betzel é formando em Gestão Financeira, Educador Financeiro e BackOffice de investimentos na Lótus Investimentos, que é a maior gestora de patrimônio do Espírito Santo.

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba