21.3 C
Vitória
domingo, 23 janeiro, 2022

A verdade que não te contaram sobre 2022 e o mercado imobiliário

Mais Artigos

Já parou para pensar como será a forma de se relacionar com os clientes em 2022? Sua resposta irá definir se os mesmos erros serão repetidos

Por Thiago Abreu

O mercado imobiliário fecha 2021 mais maduro e com estoques mais baixos. As empresas estão capitalizadas e com gestão mais eficiente devido à digitalização. Além disso, as proptechs revolucionam vários setores da cadeia imobiliária, mas o que de fato vai interessar em 2022 para o construtor?

O cenário será de ano eleitoral e isso coloca alguns pesos na balança de negócios: inflação, taxa de desemprego e as necessárias reformas administrativa e tributária. Mas uma questão será fundamental para resultados tangíveis e escalonados. Já parou para pensar como será a forma de se relacionar com os clientes em 2022? Sua resposta irá definir se os mesmos erros serão repetidos.

Nas mentorias que aplico em CEOs e empresários, percebo que, ao tentar decifrar o código do comportamento do consumidor, o construtor tem a certeza de que dados, marketing e vendas, em algum momento, será uma só coisa, e mais: que os acontecimentos pedem uma inflação controlada, previsível para 2022, independentemente de quem subirá a rampa do Planalto.

A experiência do cliente e seus impactos será a pauta do imobiliário em 2022, pois, embora um segmento muito convencional, foi justamente o comportamento do consumidor que impactou (e vai continuar impactando) a tomada de decisão. A forma de se fazer negócios entre empresas, inquilinos e proprietários irá pedir densidade quando se trata de entender pessoas, gerar inovação e fazer novos negócios.

Metodologias envolvem estratégias, técnicas e atividades voltadas para diferentes situações e resultados. No mercado imobiliário, o uso das metodologias estratégicas ajudam empresas a atraírem mais interessados, conduzindo-os até a conversão de vendas.

São várias as etapas de esforços e costumo dizer que a metodologia incita os empreendedores a cruzarem os muros dos negócios para entender o funcionamento do mercado e, assim, desenvolver processos de trabalho. Foi o que aconteceu comigo e assim criei a metodologia “Six Main Points”.

Você deve estar se perguntando por que “Six Main Points”, não é mesmo? Seis questões rondam a cabeça do cliente na hora da escolha por um imóvel: preço, localização, metragem, diferenciais, forma de pagamento e qualidade. Dessa forma, ressalto que o marketing é vital quando sabemos que o quesito qualidade é o último critério na tomada de decisão do cliente.

Quando uma marca já possui a qualidade como atributo, subentende-se que isso não precisa ser dito, mas como fixar tal coisa na cabeça do público sem precisar usar palavras? A metodologia “Six Main Points”, por meio de analogias e testagens, apresenta resultados que identificam e criam resultados, oportunidades e superação.

O que se leva em conta são as variáveis, os recursos e as influências diretas que podem contribuir para o alcance de metas e objetivos. É importante estar em constante aprendizado neste mercado imobiliário pulsante. E lembre-se: o consumidor sempre irá comprar da marca que confia, podendo apostar no novo apenas se esse “novo” for superior, ou seja, saiba superar expectativas.

Thiago Abreu é Founder CEO da ImobiGroup e especialista no mercado imobiliário.

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba