26 C
Vitória
sábado, 13 abril, 2024

Cooperativas do ES mudam de realidade com gestão e organização

Ao todo, 15 cooperativas foram acompanhadas, orientadas e assistidas e conseguiram, assim, melhorar a organização e suas atividades

Segundo a Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead), o Programa Ater Mais Gestão beneficiou 2.200 agricultores do Espírito Santo com um trabalho realizado ao longo de dois anos.

Uma delas foi a Cooperativa dos Agricultores Familiares do Território do Caparaó (Coofaci), localizada em Iúna, no Sul do estado. Sua atividade é voltada para o principal cultivo agrícola do estado, o café. “Nossa produção já se diferencia pela qualidade dos grãos, proporcionada pela altitude em que os pés estão plantados, acima de 700 metros. Mas o café, em si, é todo trabalhado de modo artesanal”, explica o presidente da Coofaci, Paulo Márcio Reis Fernandes.

- Continua após a publicidade -

Descascados ainda maduros, os grãos chamados de “cereja” são a essência do café Caparaó Capixaba, um dos produtos da cooperativa produzidos a partir do Conilon. Outro item que merece destaque é o Café do Príncipe, produzido com 100% dos grãos tipo Arábica, processados com casca, dando encorpamento à bebida. Por serem especiais, ou seja, terem mais qualidade dos que os convencionais, os estoques são vendidos para mercados internacionais. Assim, o controle e uma boa gestão são essenciais para a cooperativa.

Segundo Fernandes, antes do Ater Mais Gestão, a instituição tinha dificuldades em ter, de forma precisa, dados referentes aos produtos comercializados. “O programa auxiliou na parte de administração e orientação de atendimento ao cooperado. Promoveu capacitações para os agricultores, para o conselheiro fiscal, conselheiro administrativo, deu orientação sobre a emissão de documentos, levantamento de custo da nossa produção, organização na parte financeira e econômica em relação aos relatórios, planilhas e tudo o que envolve um controle interno da cooperativa”, conta o presidente.

Mais histórias

Na Cooperativa de Empreendedores Rurais de Domingos Martins (Coopram), município localizado na região Serrana do Espírito Santo, os feitos a partir do Ater Mais Gestão também foram grandes. Os 157 cooperados produzem diversos produtos hortigranjeiros e da agroindústria, mas o carro chefe do grupo é a tilápia. Os peixes, assim como os outros alimentos, abastecem o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae).

O presidente da Coopram, Darly José Schefer, conta que a cooperativa nasceu em 2007, com o intuito de fortalecer as associações. Com o passar do tempo, os agricultores viram a necessidade de acompanhar os mercados e evoluir, mas não estavam preparados. “Nem a diretoria, nem conselho fiscal, nem os próprios cooperados estavam prontos. Mas a partir do programa a gente acabou se profissionalizando naquilo que fazíamos”, relata.

Por meio do programa, três cooperativas regularizaram suas estruturas de agroindústria, o que permite a comercialização legal do que é produzido. Além disso, houve a orientação e elaboração de nove projetos para fomentar a compra institucional, e 12 cooperativas conseguiram o Selo de Identificação da Participação da Agricultura Familiar (Sipaf). Leia mais aqui [1]. A Coopram foi uma delas. “Isso foi muito importante, nos ajudou muito a desenvolver. Precisamos continuar esses tipos de projetos que dão vida às cooperativas”, diz Schefer.

Boas perspectivas

A Sead pretende lançar um novo edital para o programa ainda este ano, por meio da Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater). Segundo o subsecretário de Agricultura Familiar, Everton Ferreira, na primeira chamada do Ater Mais Gestão, cerca de 450 organizações foram beneficiadas em todo o país. Para a segunda edição, a ideia é apoiar mais que o dobro. “Houve uma primeira chamada há alguns anos, os contratos terminaram e, agora, a partir da avaliação dos pontos positivos e negativos dessa experiência, damos um salto para fazer uma segunda contratação do Ater Mais Gestão.

Nossa meta é beneficiar mais de mil organizações em todo o Brasil com um novo método de trabalho e novas formas”, ressalta Ferreira.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 220

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA