21.8 C
Vitória
terça-feira, 26 maio, 2020

Grupo Coroa passa a atuar também no ramo de energéticos

Leia Também

Espírito Santo registra mais de 10 mil infectados pelo novo coronavírus

Segundo o “Painel Covid”, administrado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), destes 5.167 já estão curados.

Associação das academias não reconhece normas para reabertura no Estado

Por meio de nota, a Associação das Academias de Ginástica do Estado (Acages) disse que "não reconhece" a divulgação das novas normas.

Secretários de Saúde apontam diretrizes adotadas pelo ES no enfrentamento à Covid-19

O distanciamento social é uma das medidas fortemente defendidas pelo secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, e pelo subsecretário de Estado de Vigilância em Saúde, Luiz Carlos Reblin.

Prefeitura de Vila Velha lança site com vagas de emprego

A página “Trabalha Vila Velha”, que estará disponível no portal da Prefeitura de Vila Velha, é uma ferramenta fundamental neste momento de crise econômica provocada pelo novo coronavírus.

Pensando em ampliar seu portfólio de produtos, o Grupo Coroa firmou parceria com a empresa de atuação internacional ‘Sol Bebidas’ e vai passar a comercializar o energético Vulcano na Grande Vitória. Tal iniciativa trará um aumento de 10% no faturamento anual do Grupo, em relação a área de atuação da Grande Vitória.

O setor de bebidas energéticas no país é um dos que apresenta maior crescimento quando comparado a outras bebidas, como sucos e refrigerantes. Segundo o diretor de marketing do Grupo Coroa, Richard Pravia, esse fato foi crucial no planejamento estratégico da Coroa, que agora passará a atuar também no ramo de bebidas energy drink. “O crescimento do consumo de energético no ano é de 43%. A Coroa está em fase de reposicionamento de alguns produtos e de seu atendimento nos pontos de vendas da Grande Vitória. O momento não poderia ser melhor para dar início a este projeto”, relatou Pravia.

O produto será comercializado em embalagens de 1 e 2 litros, 500ml e latinhas de 270ml e 350ml. No primeiro momento, a venda ficará restrita à Grande Vitória, e a expectativa é que passe a ser distribuído também nos outros estados de atuação do Grupo, Rio de Janeiro, Bahia e Minas Gerais. A empresa pretende ainda passar a produzir o energético aqui no Estado.

Lançado em 2008, o Vulcano foi o primeiro energético a ser comercializado em embalagem familiar no Brasil, tornou-se líder de vendas nas Regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste e é referencia no segmento. O Vulcano é comercializado em todos os Estados do Brasil, além do Distrito Federal, e, ainda, é exportado para países como Paraguai e Bolívia.

Investimentos pelo país

O Grupo Coroa, maior indústria de bebidas do Espírito Santo, quer ampliar ainda mais sua área de atuação. Prova disso, são os investimentos do grupo em duas fábricas fora do Estado. A primeira foi inaugurada em agosto de 2010, em Governador Valadares, Minas Gerais, com investimento de R$5 mi, cuja produção cresceu 20% em apenas um ano.

Já a segunda teve início das obras para construção no mês de abril, em Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro, com investimento previsto de R$12,5 mi, 450 empregos e inauguração no início de 2012. O grupo pretende simultaneamente, criar uma “fábrica” para o aproveitamento do açúcar campista, abastecendo as outras unidades fabris com a fabricação do xarope necessário para os refrigerantes.

A Coroa estuda outros investimentos pelo país. Em 2013, tem como meta fixar bandeira em Itabuna, no sul da Bahia. A meta é realizar todos os objetivos até 2014, triplicando o faturamento da empresa para R$ 300 milhões anuais e aumentando em cinco vezes o número de consumidores.

Histórico

Com 78 anos de tradição e detentor de 20% do mercado capixaba de bebidas, o Grupo Coroa tem uma história que ultrapassou gerações. Atualmente, a empresa possui mais de 100 produtos em seu portfólio distribuídos nos 40 mil pontos de vendas em várias cidades do Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Bahia.

 

Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

esbrasil_176
Continua após publicidade

Fique por dentro

Com crise, mercado financeiro projeta rombo fiscal recorde este ano

Dados divulgados nesta segunda-feira, 25, pelo Banco Central mostram que a expectativa de déficit primário do setor público para o ano subiu de 7,80% para 8,00% do Produto Interno Bruto (PIB).

Bolsonaro sanciona Nova Embratur e veta incentivos fiscais para setor do turismo

O presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei que cria a "Nova Embratur", com vetos a incentivos fiscais voltados para o setor do turismo.

Projeção do PIB de 2020 passa de -5,12% para -5,89%, aponta Focus

No Focus divulgado nesta segunda-feira, 25, a projeção para a produção industrial de 2020 seguiu em baixa de 3,68%. Há um mês, estava em baixa de 2,35%

Na pandemia, consumidores priorizam pagamento de despesas básicas, diz pesquisa

A crise provocada pela pandemia do novo coronavírus tem feito consumidores brasileiros priorizarem o pagamento das despesas domésticas mais básicas.

Vida Capixaba

Robô virtual de Vila Velha oferta cursos gratuitos pelo Whatsapp

O primeiro curso divulgado é o “Empreenda Vila Velha Digital”, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Semdec).

Medidas de distanciamento social podem durar até 2022, segundo pesquisa

De acordo com a pesquisa, caso não haja alguma vacina ou um tratamento aprimorado até 2022, medidas de distanciamento social prolongadas ou intercaladas deverão ser tomadas.

Nova avenida Vitória: 75% das obras estão concluídas

As obras começaram há sete meses e contempla a reabilitação e reurbanização da malha viária, além da implantação de ciclovia e trabalho de microdrenagem.

Prefeitura da Serra reduzirá salários de prefeito e secretários durante a pandemia

A intenção é que seja reduzido na folha de pagamento 30% dos salários do prefeito Audifax Barcelos e da vice-prefeita Marcia Lamas, e 10% dos salários dos secretários.
Continua após publicidade