Prefeitura de Vila Velha sinaliza vias fiscalizadas por sistema de videomonitoramento

Foto: Claudiano Gomes / PMVV

Os condutores que não respeitarem as regras de trânsito serão multados. Campanha de conscientização durará aproximadamente 30 dias

A Prefeitura Municipal de Vila Velha (PMVV) iniciou o processo de sinalização das principais vias públicas do município que são fiscalizadas por sistema de videomonitoramento. De acordo com a Secretaria de Prevenção, Combate à Violência e Trânsito dois pontos da Rodovia Carlos Lindenberg, nos bairros Garoto e Aribiri, já estão sinalizadas.

Segundo o órgão, a previsão é de que até a próxima semana, outros quatro pontos em vias de Novo México, Glória, Praia da Costa e Itapuã também estejam nesses padrões. Após a campanha de educação no trânsito nos locais fiscalizados por vídeo, que deve durar aproximadamente 30 dias, os agentes de trânsito começam a fiscalizar a via.

Serão multados os condutores que cometerem infrações de trânsito como estacionamento irregular, avanço de sinal, faixa de pedestre, conversões proibidas, entre outras. Mas para validar a infração o agente deve constar no auto que a emissão foi por videomonitoramento.

Até o momento, o encontro da Avenida Hugo Musso com a Avenida Champagnat, na Praia da Costa; o cruzamento da Avenida Jerônimo Monteiro com a Rua Santa Terezinha, na Glória; a Avenida Professora Francelina Carneiro Setúbal, na altura da Rua Belo Horizonte, em Itapuã; e a Avenida Leila Diniz, em Novo México, serão as próximas vias do município a serem fiscalizadas por câmera.

 Fiscalização

A fiscalização por vídeo está prevista nas resoluções do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) 471/13 e 532/15 e funciona 24 horas por dia. Para o assessor adjunto da Engenharia de Trânsito, Lisandro Detoni Barcelos, a ferramenta de fiscalização ajuda na organização do trânsito da cidade. “Isso porque qualquer parada inadvertida de veículo tem impacto na fluidez do trânsito. Com o vídeo podemos dinamizar o fluxo de veículos”, explicou.

O secretário de Prevenção, Combate à Violência e Trânsito, cel. Oberacy Emmerich Junior, disse que a fiscalização por vídeo deve ser utilizada em locais com alto índice de desrespeito e de acidentes. “Por isso, nós queremos que vidas sejam preservadas e que as pessoas mudem o comportamento delas no trânsito”, defendeu.

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!