Trump se diz otimista para encontro com Kim Jong-un em Cingapura

Foto: Mark Wilson/Getty Images and STR/AFP/Getty Images

A Casa Branca informou que os dois líderes se reunirão a sós durante um tempo, ainda indeterminado, ao começo da sua cúpula

O histórico encontro entre o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, marcado para acontecer oficialmente nesta terça-feira (12), (noite de segunda-feira (11), no horário de Brasília), em Singapura, tem tudo para ser um sucesso.

O objetivo do encontro é reduzir as diferenças sobre como finalizar o impasse nuclear na península coreana. O convite para o encontro partiu de Kim Jong-un e foi transmitido a Donald Trump por meio de altos responsáveis sul coreanos.

Apesar das diferenças, Trump se mostra muito otimista para a reunião de amanhã. “Temos um encontro muito interessante em particular amanhã, e eu só penso que irá funcionar muito bem”, afirmou.

Já o representante coreano elogiou a receptividade do norte-americano. “Nós apreciamos sua hospitalidade e profissionalismo e amizade… Você é meu amigo”, disse.

Reunião Prévia

Kim e Trump já estão na cidade-Estado desde o domingo (10), na qual participariam da primeira reunião presencial da história entre os líderes dos dois países que são inimigos desde a Guerra da Coreia entre 1950 e 1953.

O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, disse em nota que a reunião foi “substancial e detalhada”. Depois, por meio de entrevista coletiva, ele ressaltou que as conversas “avançam rapidamente”.

 

 

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!