Transformando o Espírito Santo

A indústria é um dos setores que mais precisam de investimento no Estado e o Sistema Findes é responsável por essa gestão

 O Espírito Santo está em transformação. Embora represente apenas 0,5% da área do Brasil, cerca de 2% do PIB nacional e possua cerca de quatro milhões de habitantes, nosso Estado tem um elemento crucial para fortalecer sua relevância no país: uma indústria forte. Com 31,1% de participação no PIB capixaba, o setor tem buscado se conectar às boas práticas do mercado, cada vez mais globalizado e competitivo.

O Sistema Findes, por meio de Sesi, Senai, IEL, Ideies e Cindes, estimula o desenvolvimento socioeconômico do Espírito Santo há 60 anos. A migração da cultura cafeeira para os grandes projetos industriais, responsáveis pela implantação de novas cadeias produtivas, ampliando a renda dos capixabas e gerando oportunidades para fornecedores locais, é fruto dos estudos conduzidos pela Federação nos idos de 1960.

Atualmente, diante dos novos desafios da era tecnológica, em especial, o surgimento da Indústria 4.0, o Sistema Findes se dedica a projetos voltados para ampliar a inovação, a produtividade e a competitividade das indústrias. Disseminar novos conhecimentos, apontar soluções, preparar profissionais de qualidade e formar bons gestores são tarefas para as quais a Findes concentra esforços diariamente.

Um exemplo recente de sucesso é o programa ES Mais Produtivo, criado a partir do Brasil Mais Produtivo. Por meio de consultorias focadas na implantação do lean manufacturing, o Senai vem registrando ganhos de produtividade superiores a 100% por linha de produção. Em parceria com o Sebrae, até o final do ano, 85 micro e pequenas indústrias serão atendidas, o equivalente a 60% do total de participantes do programa.

No campo da inovação, demos importantes passos para a criação de um dos melhores ecossistemas do país. O programa de Inovação na Indústria Capixaba (Inovic) vai auxiliar empresas na travessia da ponte da inovação. Por meio do Senai, novas ideias tornam-se protótipos, produtos e, ao fim do processo, notas fiscais. Com metodologia, equipamentos e especialistas, será possível acelerar a geração de negócios e empregos na indústria.

A inauguração do Instituto Senai de Tecnologia, o primeiro do país especializado em eficiência operacional, vem atraindo talentos e aperfeiçoando projetos em busca de espaço no mercado. A construção do FindesLAB – localizado no topo do Edifício Findes – vai concentrar, em um mesmo espaço, demandas das grandes indústrias, empreendedores e estudantes em busca de soluções para o setor produtivo. Por fim, em parceria com o Governo do Estado, viabilizamos um fundo que vai disponibilizar, nos próximos dois anos, R$ 80 milhões para novos projetos.

É com o olhar voltado para o futuro que trabalhamos por uma agenda modernizadora, com o objetivo de posicionar a indústria capixaba entre as três mais produtivas do país até 2030. Um novo ciclo de desenvolvimento se aproxima, com grandes investimentos nos próximos anos, em especial na indústria de petróleo e gás do Espírito Santo. É urgente induzir a inovação e a produtividade para garantirmos a geração de mais empregos e oportunidades para os capixabas.


Léo de Castro é presidente do Sistema Findes

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!