Taxa de desemprego fica em 12,6% no trimestre encerrado em agosto

A pesquisa mostra que o resultado é positivo em relação ao trimestre anterior e foi puxado pela informalidade e contratações do setor público.

A taxa de desemprego no Brasil ficou em 12,6% no trimestre encerrado em agosto deste ano. No trimestre encerrado em maio, a taxa havia ficado em 13,3%, segundo o IBGE. Em agosto de 2016, a taxa havia sido de 11,8%. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, divulgada nesta sexta-feira (29).

Assim como no período anterior, a melhora na ocupação ainda é puxada pela informalidade e pelas contratações no setor público. As informações são da Coordenação de Trabalho e Rendimento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Na comparação com o mesmo trimestre do ano passado, porém, houve aumento de 9,1%. Em agosto deste ano o Brasil tinha 1,1 milhão de desempregados a mais que no mesmo período do ano passado.

Já a população ocupada era de 91,1 milhões de pessoas, um aumento nas duas bases de comparação. Na comparação com maio deste ano, 1,4 milhão de pessoas a mais estavam ocupadas (1,5%). Em relação a agosto do ano passado, o contingente aumentou em 1 milhão de pessoas (1%).

Compartilhe

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome