Suspeita de morte por H1N1 deixa saúde capixaba em alerta

influenza
Foto: Ministério da Saúde

Segundo a Secretaria de Saúde, foram registrados no Estado 18 casos entre as influenzas A e B

Uma jovem de 24 anos morreu esta semana com suspeita de H1N1, também chamada de gripe A ou gripe suína. A universitária Daiana Cristina Dias de Medeiros faleceu em um hospital de Vila Velha na noite de terça-feira (1). Ela morava há cinco anos no Espírito Santo, tendo vindo de Rondônia com a família. A morte da jovem chamou a atenção para os casos de supergripe no Estado.

Além do caso suspeito, foi confirmado um caso da doença em uma menina de Colatina que não teve a idade informada. No dia 24 de abril, a paciente deu entrada em um hospital do município, mas já teve alta.

Influenza A e B no ES

Até o momento, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) registrou 18 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no Espírito Santo. Do total, são 12 casos por Influenza A H3N2, quatro casos por Influenza A H1N1 e dois casos por Influenza B. Entre eles, um caso evolui para óbito por Influenza B.

Prevenção
  • Lavar sempre as mãos com água e sabão;
  • Evitar colocar as mãos no rosto, em especial na boca e no nariz;
  • Ao tossir ou espirrar, cobrir o nariz e a boca com lenço de papel.
Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!