STF decide se aceita denúncia contra Aécio Neves nesta terça-feira (17)

Foto: Reprodução

De acordo com o empresário Joesley Batista, o senador pediu propina, em troca de sua atuação política

A primeira turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decide, nesta terça-feira (17), às 14 horas, se aceitará a denúncia feita contra o senador Aécio Neves (PSDB –MG), referente ao depoimento de Joesley Batista, da empreiteira JBS. As informações são da Agência Brasil.

Joesley afirma que Aécio solicitou, em conversa gravada pela Polícia Federal (PF), R$ 2 milhões em propina, em troca de sua atuação política. O senador foi acusado dos crimes de corrupção passiva e tentativa de obstruir a Justiça.

Também são alvos da mesma denúncia a irmã do senador, Andrea Neves, o primo dele, Frederico Pacheco, e o ex-assessor parlamentar do senador Zezé Perrella (PMDB-MG), Mendherson Souza Lima, flagrado com dinheiro vivo. Todos foram acusados de corrupção passiva.

Desta forma, caberá aos ministros Marco Aurélio Mello (relator), Alexandre de Moraes (presidente), Luís Roberto Barroso, Luiz Fux e Rosa Weber decidirem se recebem ou não a denúncia do empresário.

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, reiterou no Supremo Tribunal Federal (STF), nessa segunda-feira (16), a pedido de abertura de ação penal contra o senador Aécio Neves. Se o pedido for aceito, o senador se tornará réu do processo.

Em contrapartida, Aécio se defendeu. Por meio de entrevista concedida também nessa segunda, o senador negou as acusações, criticou a Procuradoria-Geral da República (PGR) e desacreditou as informações obtidas por meio da delação de Joesley Batista.

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!