Informações sobre procedência de frutas e verduras no Estado no celular

Rastrear frutas e verduras
Foto: Leonardo Duarte/Secom-ES

Os produtos terão código que rastreia a origem e transporte. Consumidor poderá acessar dados pelo smartphone.

A procedência de frutas e hortaliças produzidas no Espírito Santo poderá ser conferida direto do telefone celular. O governo do Estado assinou uma portaria para a implantação de códigos nos produtos. O consumidor só vai precisar de um smartphone para ter as informações.

As Secretarias de Estado de Saúde (Sesa) e da Agricultura (Seag) assinaram a portaria conjunta na abertura do evento TecnoAgro Espírito Santo, na última sexta-feira (24).

Todas as etapas de produção, transporte, armazenamento e comercialização das frutas e hortaliças frescas terão registro digital. O consumidor e as autoridades vão poder, então, saber de todo o processo dos alimentos.

O secretário de Estado da Agricultura, Octaciano Neto, afirmou que a portaria é uma inovação importante. “O consumidor vai poder ir ao supermercado e, com o smartphone, conseguir acessar por meio de um QR Code as informações de como foi produzido aquele alimento, onde foi, como foi o processo de produção. Para a elaboração dessa portaria da Seag e Sesa, a participação do Ministério Público foi fundamental”, afirmou.

O prazo para a implantação será de 180 dias para produtos como mamão, banana, tomate, repolho, chuchu, pepino, beterraba e inhame. Para os outros produtos, o prazo será de 365 dias, a contar da data da publicação.

A identificação poderá ser realizada por meio de etiquetas impressas com caracteres alfanuméricos, código de barras, QR Code, ou qualquer outro sistema que permita identificar as frutas e hortaliças frescas de forma única e inequívoca.

Portaria

A portaria foi elaborada após debate realizado pelo Grupo de Trabalho criado pelo Ministério Público Estadual. Participaram do grupo a Seag, o Idaf, o Incaper, a Associação Capixaba de Supermercados (Acaps), a Pomar e o Extrafruti. A promotora de Justiça Sandra Lengruber também participou da assinatura.

Durante a solenidade de abertura do evento TecnoAgro Espírito Santo, o governador Paulo Hartung ressaltou a importância dos produtores estarem conectados com o consumidor final. “Importante avançar nas relações com os consumidores externos e internos. O mundo avança por um pedido de vida saudável. Precisamos conectar nossa agricultura neste mundo onde os consumidores querem saber a origem e forma de produção”.

 

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome