Estudantes de Arquitetura e Urbanismo propõem mudanças para a Prainha

Foto: Divulgação

Proposta partiu do concurso de ideias do Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento do Espírito Santo, que prevê jardineiras para transportar visitantes do Convento da Penha e instalação de piso que reduz alagamentos na região

Cinco estudantes de Arquitetura e Urbanismo apresentaram um projeto de urbanização para melhorias da Prainha e foi o vencedor do Concurso de Ideias de Desenho Urbano promovido pelo Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento do Espírito Santo (IAB-ES).

O grupo composto por Bruna Santos, Luana dos Santos, Natiele Dalbó, Patrícia Palhano e Wesley Milke apresentou o trabalho, que foi escolhido pelo júri ao sugerirem intervenções que promovam a qualidade de vida de moradores e visitantes da região, localizada em Vila Velha.

Parte da equipe vencedora no concurso do IAB-ES. Foto: Divulgação

O projeto, denominado Canela Verde, visa a preservação do sítio histórico, da infraestrutura para o turismo religioso e o fomento da vitalidade urbana. Na justificativa sugerem, por exemplo, que a rua Luíza Grinalda, que dá acesso ao Convento da Penha, seja transformada em rua compartilhada e tenha uso restrito de veículos.

A ideia é favorecer a circulação de pedestres e ciclistas, incentivando as caminhadas e o comércio religioso. Nesse contexto, a arborização, a iluminação e o mobiliário da via garantem conforto ao usuário.

Já para subir o morro até o Convento, o grupo propõe substituir as vans por jardineiras. Dessa forma, seria possível transportar um maior número de pessoas a cada subida e, ao mesmo tempo, promover melhor contato visual dos visitantes com a mata.

Trânsito

Para facilitar o tráfego de carros em dias de chuva, o projeto prevê a instalação do piso intertravado, opção que reduziria os alagamentos na região. E ainda como parte da proposta, está a construção de um Núcleo de Apoio ao Turismo, com estacionamento para ônibus, banheiros e administração.

A locomoção de visitantes e moradores também é favorecida com a rede de ciclovias, que interliga Praia da Costa, Avenida Champagnat e Prainha, levando o ciclista até o aquaviário. O local é devidamente estruturado com um bicicletário, com o objetivo de incentivar o transporte intermodal.

Tema

Segundo o coordenador do concurso e diretor do IAB-ES, André Abe, mais do que um concurso, o objetivo da instituição foi debater ideias e propostas enriquecedoras para os alunos, a localidade e a comunidade, que constituem o escopo da disciplina Desenho Urbano. Natural que o tema da primeira edição fosse a Prainha, cuja importância histórica, paisagística e social é por todos reconhecida.

“Todas as equipes mostraram em suas propostas a preocupação com a preservação e valorização dos sítios, visuais e elementos de importância do patrimônio histórico, arquitetônico e cultural, buscando ainda compatibilizar os ritmos, usos e elementos significativos, incentivando a dinamização e apropriação dos espaços públicos por todos os segmentos da população. Após a premiação, a exposição dos trabalhos tem recebido muitos visitantes, gerando comentários e opiniões, demonstrando o acerto da iniciativa ao incitar reflexões e divulgar e valorizar a profissão do Arquiteto e Urbanista”, explica André.

Confira mais fotos do projeto e saiba como ficará a região da Prainha:

Foto: Divulgação

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!