Produtor rural está conectado à tecnologia da informação

Pesquisa feita pelo Sebrae mostra que 71% dos donos de microempresas rurais e 85% dos proprietários de empresas de pequeno porte no campo usam smartphones para acessar a web

De acordo com a Agencia Sebrae de Notícias, o universo do agronegócio no Brasil tem vivido uma ampla e profunda transformação nas últimas décadas. Cada vez mais distante dos velhos estereótipos, o pequeno produtor rural está se modernizando, incorporando novas tecnologias e mudando o modo de gerenciar os rumos do seu negócio. É isso o que revela uma pesquisa inédita realizada pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

No Espírito Santo, o percentual de produtores que usam aparelhos celulares é de 94,2, sendo que 68,9 deles acessam a Web pelos próprios telefones móveis.

Para o superintendente do Sebrae ES, José Eugênio Vieira, o levantamento ressalta o avanço da tecnologia no campo e o novo perfil dos empreendedores rurais. “Os negócios rurais são pilares essenciais na economia capixaba. A pesquisa mostra o perfil desses empreendedores, suas necessidades e sua atual forma de trabalho. No entanto, é preciso melhorar o acesso à tecnologia para que o segmento possa prosperar ainda mais”, comenta.

Os dados revelaram que os produtores fazem uso restrito da Internet, seja para transações comerciais ou para divulgação, em grande parte por conta da dificuldade de acesso ou da má qualidade da conexão: no Espírito Santo 67,8% dos produtores já fizeram alguma compra pela Internet, 53,5% já usaram a Web para efetuar vendas e 52,8% dos empreendimentos rurais possuem página na Internet ou perfil nas Redes Sociais.

Quanto ao tema da gestão, apesar de 72,3% dos empreendedores já praticarem o gerenciamento administrativo e financeiro dos seus negócios rurais, apenas 25,4% dos produtores fazem isso por meio de ferramentas digitais de gestão. Entretanto, a maior parte dos entrevistados revelou que utilizariam esses recursos para gerenciar suas empresas se eles estivessem disponíveis.

Segundo a pesquisa do Sebrae, 55,6% dos empresários rurais que informaram não utilizar a conexão de internet móvel dizem que não o fazem, predominantemente, porque não há provedor/sinal em sua região. A dificuldade de acesso também foi a justificativa apresentada pela maioria dos produtores que não usam tecnologias digitais para a gestão do negócio. “A tecnologia hoje já faz parte do dia a dia das pessoas e deve fazer parte da vida dos trabalhadores do campo, que estão buscando inovar com o objetivo de melhorar suas produções. No Espírito Santo os dados já revelam que muitos dos nossos empreendedores rurais estão fazendo uso da internet e do celular como forma de ampliar a produção, mas ainda precisamos avançar para conquistar resultados ainda melhores”, comenta José Eugênio.

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome