Primeira unidade profissionalizante do Escola Viva será em Anchieta

Escola Viva
Foto: Divulgação

O governo do Estado e o Senai formaram uma parceria para gerir a unidade, que começa a funcionar em 2018 ofertando cursos técnicos.

A primeira unidade do programa Escola Viva integrada ao ensino profissionalizante começa a funcionar em 2018 no município de Anchieta. O governo estadual fechou acordo, por meio de termo de cooperação técnica, com o Sistema Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) para apoiar a implantação.

O Senai e a Secretaria de Educação (Sedu) desenvolverão uma gestão compartilhada da unidade. A oferta foi ampliada para o Ensino Médio e foram abertas 480 vagas gratuitas para estudantes do Ensino Médio em tempo integral. A formação profissional na unidade será nas áreas de Eletrotécnica e Mecânica.

A solenidade para oficializar o acordo aconteceu nesta segunda-feira (8) no prédio da Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes). Participaram o governador Paulo Hartung, o secretário da Educação, Haroldo Rocha, o presidente da Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes), Léo de Castro, o diretor regional do Senai, Luis Carlos Vieira, além de outras autoridades.

Escola Viva
Foto: Fred Loureiro/Secom

“Com essa parceria nós vamos fazer uma Escola Viva diferenciada, que vai chamar a atenção do Sul do Estado, do Estado todo e também do Brasil. Estamos conduzindo uma verdadeira revolução educacional no Espírito Santo”, comemorou o governador Paulo Hartung.

O período de matrículas, conhecido como Chamada Pública Escolar, já foi encerrado. Mas, os estudantes que tiverem interesse poderão procurar a secretaria da escola a partir de 15 de janeiro. Nesse dia, serão abertas as vagas remanescentes em toda a rede pública estadual.

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!