Prefeitura de Vila Velha anuncia novo secretário de Combate à Violência

Foto: Diego Alves/Divulgação

O coronel Emmerich é especialista em Segurança Pública e foi secretário Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana da Prefeitura de Vitória

O coronel Oberacy Emmerich Júnior será o novo Secretário de Prevenção, Combate à Violência e Trânsito da Prefeitura Municipal de Vila Velha (PMVV). A cerimônia de posse será realizada nesta quinta-feira (18), às 16 horas, no auditório da prefeitura, em Coqueiral de Itaparica.

Emmerich substituirá o também coronel Andrey Carlos Rodrigues, que é subsecretário de Prevenção, Combate à Violência e Trânsito de Vila Velha, que responde interinamente como gestor da pasta.

O coronel afirmou que recebeu com satisfação o convite do prefeito Max Filho para integrar sua equipe. “Tenho certeza de que trabalhar com Max será um prazer. Ele é um administrador moderno que tem por hábito ouvir as comunidades. Penso que este seja o modo certo de governar”, contou.

Ouvir bastante e trabalhar muito. Estas são as propostas de Emmerich para o seu período à frente da secretaria. “Quero estar presente no dia a dia das comunidades, de modo a ter melhores condições para mediar os possíveis conflitos. Penso que o melhor a fazer é seguir o exemplo do prefeito, que ouve sempre as comunidades. Eu sei que isso dá trabalho e que é preciso ter coragem para estar em permanente contato com as pessoas, mas é assim que se realiza uma gestão democrática. Eu estou vindo para colaborar com o prefeito no seu esforço de realizar uma ótima administração para Vila Velha”, explicou.

Coronel Emmerich

O coronel Oberacy Emmerich Júnior é especialista em Segurança Pública pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e já comandou o 1º Batalhão da Polícia Militar do Espírito Santo. Atuou no Comando de Polícia Ostensiva Metropolitana (CPOM) e foi comandante geral da Polícia Militar entre 2009 e 2010.

Em Vitória, Emmerich esteve à frente da Secretaria de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana da Prefeitura de Vitória. O coronel afirma que, apesar da proximidade geográfica, há grandes diferenças entre os dois municípios e que será preciso ouvir as pessoas de Vila Velha para traçar um diagnóstico e poder adequar as ações de sua pasta às necessidades da cidade.

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome