Podemos declara independência, mas anuncia apoio a Bolsonaro

Foto: Reprodução

Sem citar nenhum projeto específico, o presidente eleito pediu o apoio da bancada nessa terça-feira (11)

A partir de 2019, o Podemos contará com 11 deputados federais e anunciou que será independente. Mas a pedido do presidente eleito Jair Bolsonaro, o partido declarou apoio a ele.

A presidente nacional da legenda, deputada federal Renata Abreu, de São Paulo, disse que “a posição oficial do partido em qualquer governo é de independência, mas nós vamos ajudar em tudo o que for importante para o país”.

Já o líder do partido na Câmara, o deputado federal Diego Garcia, do Paraná, a bancada apoia esses temas, desde que haja debate sem imposição de votos. “Nós do partido Podemos não temos dificuldade com esses temas, mas não vamos aceitar nada com imposição, nada goela abaixo”, afirmou.

Pedido

Bolsonaro se reuniu nessa terça-feira (11) com lideranças do partido e, sem citar projetos específicos, pediu apoio da bancada para as “reformas estruturantes” e medidas de enfrentamento à corrupção.

Diego Garcia disse que Bolsonaro garantiu que o próximo governo atenderá os pleitos dos deputados em todos os ministérios, sem vincular questões partidárias. “Ele falou que quer justamente promover o diálogo entre os ministros de tal forma que consigam atender os anseios e as demandas, havendo orçamento, de todas as bancadas, independente de questões partidárias”, afirmou.

 

 

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!