A paralisação de ônibus que ninguém esperava

Alegando falta de pagamento nos salários, motoristas e trocadores param de circular. Trabalhadores de Vila Velha e Serra foram pegos de surpresa com o movimento

Desde as 5h desta terça-feira (8), motoristas da Viação Praia Sol,  no bairro Nossa Senhora da Penha, em Vila Velha, e da Serramar, na Serra, não retiram os veículos da garagem. O argumento para a paralisação é de que os salários estão atrasados.

Os rodoviários afirmam que o pagamento era para ter sido efetuado na segunda-feira (07), mas não receberam o valor total. Eles teriam recebido 60% do pagamento, após as 18 horas, e os 40% restantes, não teria sido depositado até agora cedo. O atraso levou à decisão de liberar a garagem somente após todo o pagamento for realizado.

Paralisação de ônibus – Linhas

De acordo com o Sindicato dos Rodoviários (Sindirodoviários), cerca de 280 veículos não saíram das garagens desde o início da madrugada. Os primeiros ônibus começaram a circular por volta das 3h30.

Na segunda-feira (07), a administração das empresas Vereda e Praia Sol informou que o pagamento seria realizado de forma parcelada, sendo 60% na segunda e os outros 40% nesta terça.

Em Vila Velha, município atendido pelas empresas Praia Sol e Vereda, foram afetadas mais de 50 linhas que percorrem os terminais Ibes, Vila Velha e São Torquato. No Terminal Carapina, os ônibus têm chegado lotados, porque há  poucos veículos circulando nas linhas alimentadoras, que ligam os bairros ao terminal.

A Companhia Estadual de Transportes Coletivos de Passageiros do Espírito Santo (Ceturb-ES) irá oficiar os consórcios responsáveis para apurar a situação.

Segundo o Sindirodoviários o atraso no pagamento tem sido um problema recorrente. Em dezembro, os trabalhadores teriam recebido somente quatro dias após a data limite.

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!