Novas Espirais de Evolução

É importante refletirmos o quanto estamos sendo humanos e afetuosos, o que pode nos tornar mais atentos e abertos ao novo

Em duas tardes de outono, estava no Centro de Educação Ambiental da ArcelorMittal Tubarão (CEAM), ministrando palestras para quase quinhentos professores da rede pública de Serra. O auditório estava lotado. A audiência, muito atenta. E eu, claro, muito feliz! O tema? Sustentabilidade com ênfase na Dimensão Espiritual.

Falar para educadores sempre me endereça grande responsabilidade. São atores decisivos na transformação do tecido social, já que a educação não é apenas o centro de qualquer espiral de desenvolvimento, mas o único caminho para se equacionar passivos e dilemas sociais de forma abrangente e eficaz. A metodologia Educação em Valores Humanos, que trouxe a UNESCO à Serra e a entidade americana Education Alliance ao ES, para reproduzir nossa experiência em outros países, foi citada. Com pouco mais de três anos de implementação, seus resultados já saltavam aos olhos. Queda na evasão escolar, elevação da performance dos alunos e dos índices de aprovação, e redução a quase zero na violência em sala de aula. Além de um esmero por parte de todos, inclusive famílias e comunidades, na conservação do patrimônio escolar.

Através do Projeto Escola Sustentável do MEC, houve espaço para abordagens mais holísticas na esfera do ensino formal. Daí o convite para as palestras que eu ministro. Esses momentos nos permitem um espaço para refletirmos o quanto estamos sendo humanos e afetuosos uns com os outros. Inspira-nos a um foco em nosso próprio equilíbrio, para que possamos ser mais relacionais e suaves, estabelecendo uma relação de afeto com o mundo. Havia um sentimento predominante e nobre no ar, que elevou o evento acima e além: o amor incondicional! Este, que falta à rotina de muitos e à ação de tantos, harmonizou pensamentos em um ambiente de serenidade e receptividade. E tornou as mentes mais atentas e abertas ao novo.

Agora, Serra resgata uma visão ampliada de educação, através do Programa Adolescente Cidadão. Inter-setorial e transdisciplinar, contextualiza a metodologia de Valores Humanos dentro de uma concepção mais moderna e abrangente de gestão escolar participativa, cidadã, moral e cívica. Atitudes espirituais, foco em indicadores e lógicas simples desenham promessas de novas espirais de evolução, ampliando cada vez mais o raio de uma ação política bem intencionada, que desata nós e aprimora, continuamente, métodos e resultados.

Neste ano de 2013, em que os Valores Humanos já alçaram vôo para além do Brasil, vemos importantes atores da Rede Social capixaba, como o MPES e o TJES, expandirem as fronteiras do Programa para outros municípios e regiões do Estado, enquanto Serra descortina inovadores horizontes em sua trajetória educacional, polinizando novos elos e esferas da Rede Social. Que o objetivo maior de transformar territórios geográficos e sociais continue a inspirar intenções políticas, com a energia da complementaridade, que nos inspiram à certeza de que juntos seremos sempre mais e melhores.

Sidemberg Rodrigues é Gerente de Comunicação, Relações Institucionais e Responsabilidade Social da ArcelorMittal.

Compartilhe

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome