Gerson Camata morre após ser alvejado por arma de fogo

Gerson Camata em pronunciamento quando era senador (Rossevelt Pinheiro/Agência Senado)

O ex-governador do Espírito Santo Gerson Camata foi morto a tiros na tarde desta quarta-feira (26), no bairro da Praia do Canto, em Vitória.

A informação foi confirmada por meio de nota pela Secretaria de Estado de Segurança Pública. Até o fechamento desse texto, o suspeito do crime Marcos Vinicius Andrade havia sido preso e prestava esclarecimentos ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

O governador Paulo Hargung prestou solidariedade à família. “Recebi com muita tristeza a notícia da morte de um amigo, nosso querido ex-governador Gerson Camata. Gerson foi o primeiro governador eleito no nosso Estado no período de redemocratização do país. Fez um governo realizador e que entrou para a história dos capixabas. O Espírito Santo perde uma de suas principais lideranças. Decretei luto oficial de sete dias. Suspendi imediatamente todas as minhas agendas de trabalho para acompanhar de perto a apuração desse crime tão bárbaro. Estou colocando o Palácio Anchieta à disposição da família Camata para que o funeral seja realizado na sede oficial do governo”, revelou em nota à imprensa.

O governador eleito, Renato Casagrande (PSB), em nota, lamentou o ocorrido. “Consternado com o brutal assassinato do ex-governador Gerson Camata.  Lamentável que um homem como ele, que tanto contribuiu para o desenvolvimento do nosso Estado, tenha perdido a vida de forma tão trágica. Nos despedimos hoje, com muita tristeza, desse líder carismático e agregador, que fez história no Espírito Santo. À família, meus sentimentos e minha solidariedade nesse momento de dor”, disse o socialista.

Aos 77 anos, casado com Rita Camata (ex-deputada federal por cinco mandatos) e pai de Bruno e de Enza, o político nasceu em Castelo, em 29 de junho de 1941. Era formado em Ciência Econômicas pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), o também jornalista começou a carreira política como vereador de Vitória (1967-1971). Depois foi deputado estadual (1971-1975), deputado federal por dois mandatos (1975-1979 / 1979-1983), governador (1983-1986) e senador por três legislatura (1987-1995/ 1995-2003 / 2003-2011).

Conteúdo Publicitário
Compartilhe

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!