Esposa de presidente assume protagonismo na posse

Michelle Bolsonaro assume um compromisso público na luta pela inclusão com a causa dos deficientes (Fotografia - Reprodução TV Senado)

Michelle Bolsonaro faz discurso em Libras no parlatório do Palácio do Planalto

A posse do presidente Jair Bolsonaro (PSB) teve uma dinâmica diferente nos ritos passados no parlatório. A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, fez discurso em Língua Brasileira de Sinais (Libras). Anunciada como uma “mensagem de agradecimento” pelo cerimonialista da solenidade, ela fez um discurso acolhedor e de agradecimento às atenções dadas a sua família por ocasião do atentando à vida do marido durante a campanha eleitoral.

Michelle é engajada em causas de pessoas com deficiência. Ela faz parte do Ministério de Surdos e Mudos da Igreja Batista Atitude, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, local onde oferece seu serviço solidário como intérprete de Libras nos cultos que ocorrem aos domingos.

Enquanto Michele discursou em Libras, uma intérprete leu o texto do pronunciamento. As duas se emocionaram e choraram durante a cêrimonia. Michelle disse que a comunidade surda e as pessoas com deficiência serão valorizadas.

“Gostaria de modo muito especial de dirigir-me à comunidade surda, às pessoas com deficiência e a todos aqueles que se sentem esquecidos: vocês serão valorizados e terão seus direitos respeitados. Tenho esse chamado no meu coração e desejo contribuir na promoção do ser humano”, afirmou.

Agradecimento

Michelle agradeceu a “solidariedade” e as “orações” dos brasileiros mencionando os 23 dias de internação hospitalar do marido, que sofreu ataque a faca durante ato de campanha em Juiz de Fora (MG).

“Agradeço muito também a todos aqueles que demonstraram a sua solidariedade durante os momentos difíceis que meu esposo passou recentemente”, disse.

A primeira-dama fez um agradecimento especial a Carlos Bolsonaro, um dos três filhos do primeiro casamento do presidente, que acompanhou o pai no hospital em São Paulo.

“Em especial quero agradecer ao meu enteado Carlos por toda ajuda e parceria durante 23 dias em que passamos no hospital em São Paulo. Agradeço ainda a população brasileira pelas orações que nos deram tanta coragem para seguir adiante”, afirmou Michelle.

Michelle declarou que as eleições mostraram que o brasileiro deseja “segurança, paz e prosperidade”, em um país no qual todos sejam “respeitados”.

A primeira-dama disse que terá uma grande oportunidade de ajudar pessoas necessitadas, trabalho que costuma fazer e que poderá ser ampliado de “maneira ainda mais significativa”.

*Da redação com informações da Agência Efe

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!