Luiz Fux assume a presidência do TSE com a saída de Gilmar Mendes

Luiz Fux
Foto: José Cruz/Agência Brasil

O ministro deve ficar dois anos no cargo, que é o limite, e a cerimônia de posse acontece nesta terça-feira (6), às 19 horas, em Brasília.

Após ficar dois anos no cargo, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes deixa o posto de presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Quem assume é o ministro Luiz Fux, que toma posse nesta terça-feira (6). Ele deve ficar dois anos como presidente, que é o período máximo permitido.

Luiz Fux nasceu no Rio de Janeiro e formou-se em direito pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). Ele foi o primeiro ministro do STF indicado pela ex-presidente Dilma Rousseff.

O TSE é composto por sete ministros. A presidência é ocupada por ordem de antiguidade entre os três ministros do STF que também compõem o tribunal eleitoral. Dois ministros oriundos do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e dois membros da advocacia completam a composição do TSE.

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!