Irmão de Geddel é alvo de operação da PF nesta segunda (16)

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB) não foi localizado. A PF fez buscas no gabinete, na casa dele, em Brasília, e no apartamento da família na Bahia.

Os policiais federais deixaram o gabinete do deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), na Câmara, após mais de quatro horas de operação. Eles cumpriram nesta segunda-feira (16) um mandado de busca e apreensão no gabinete até as 10h45. Um malote e uma mala foram levados pela equipe.

A operação foi um pedido da Procuradoria Geral da República. Os agentes da Polícia Federal chegaram às 6 horas no gabinete de Lúcio Vieira Lima. As informações da Agência Brasil dão conta de que não se sabe onde está o deputado e o local permanece fechado.

O ministro Edson Fachin expediu o mandado para a PF realizar busca e apreensão também na casa do parlamentar, em Brasília, e no apartamento em Salvador onde a família do deputado mora.

Ele é irmão de Geddel Vieira Lima, ex-ministro que está detido no Complexo da Papuda. Geddel é suspeito de ser o dono de R$ 51 milhões apreendidos em um apartamento em Salvador. A operação investiga se Lúcio tem envolvimento com a quantia de dinheiro encontrada.

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome