Lava Jato: PF faz buscas em gabinetes de parlamentares do PP no Congresso

Os agentes investigaram o gabinete do senador Ciro Nogueira, presidente do PP (Foto: Jefferson Rudy Agência Senado)

Os agentes federais ficaram seis horas copiando arquivos dos computadores de Eduardo da Fonte e Ciro Nogueira

A Polícia Federal realizou buscas nos gabinetes do deputado Eduardo da Fonte (PP-PE) e do senador Ciro Nogueira (PP-PI). Os dois são investigados pela Operação Lava Jato e suspeitos de obstruir o trabalho da Justiça. Os policiais chegaram cedo no Congresso Nacional, nesta terça-feira (24), para cumprir mandado de busca e apreensão.

Foram seis horas de operação para os agentes copiarem todo o conteúdo dos computadores dos gabinetes. Eles não levaram os equipamentos, como costuma ser feito em outras buscas.

A operação foi autorizada pelo ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF). O pedido foi feito pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge, para cumprir nove mandados.

O inquérito foi instaurado para apurar a suspeita de que os investigados tentaram comprar o silêncio de um ex-assessor parlamentar. A nota da Procuradoria não cita nomes, mas faz referência direta às buscas realizadas no Congresso.

Operação Lava Jato

Além da investigação sobre obstrução de Justiça, os parlamentares são alvo, juntos, de um inquérito derivado da Operação Lava Jato. A investigação trata da existência daquilo que seria uma organização criminosa no âmbito do PP, envolvendo outros políticos do partido.

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!