Kátia Abreu é expulsa do PMDB

Kátia Abreu expulsa do PMDB
Foto: Elza Fiuza/Agência Brasil

A votação da Comissão de Ética do partido definiu, por unanimidade, a saída da senadora do Tocantins da legenda.

A Comissão de Ética do PMDB votou pela expulsão da senadora Kátia Abreu (TO) do partido. Os membros do colegiado acompanharam o voto da relatora do processo. A presidência do partido já manifestou que acatará a decisão da comissão.

O presidente da Comissão de Ética, Eduardo Krause, informou que todos os deputados seguiram a indicação da relatora Rosemary Rainha. O presidente do partido, Romero Jucá, disse que o PMDB acatará a decisão. As informações são da Agência Brasil.

“A medida demonstra nova fase de posicionamento do partido”, diz a nota de Jucá. O PMDB deve, a partir de então, cancelar o registro de filiação da senadora à legenda.

O processo para expulsar a senadora Katia Abreu teve início em setembro do ano passado. A senadora votou contra a aprovação do impeachment de Dilma Rousseff, contrariando orientação do partido. Abreu foi ministra da Agricultura na gestão de Dilma.

Após o impeachment, a senadora fez uma série de críticas ao governo do presidente Michel Temer. Ela vinha se posicionando contra matérias enviadas pelo governo ao Congresso Nacional, como a reforma da Previdência.

Facebook

Para a comissão de ética da legenda, a senadora feriu o decoro. Em sua página no Facebook, a senadora afirmou que ficará sem partido e que irá conversar com a população do Tocantins.

“Fui expulsa exatamente por não ter feito concessão à ética na política. Fui expulsa por defender posições que desagradam ao governo. Fui expulsa pois ousei dizer não a cargos, privilégios ou regalias do poder”, publicou a senadora.

Kátia Abreu expulsa do PMDB

Compartilhe

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome