Eleitores tem até 17h para justificar o voto

Eleitores que estão fora do domicílio eleitoral justificam a ausência na votação em um posto localizado em Brasília Foto: José Cruz/Agência Brasil

Em uma escola de Vitória (ES), mais de 400 pessoas justificaram o voto. O Aeroporto da capital está recebendo eleitores para justificar.

Vitória está entre os novos aeroportos da Infraero que está com posto de justificativa de ausência à urna para atender os eleitores que estiverem em trânsito e não puderem participar do primeiro turno das eleições.

As unidades dos tribunais regionais eleitorais vão funcionar no mesmo horário da votação, das 8h às 17h.

Os eleitores que estiverem fora do seu domicílio eleitoral precisam informar à Justiça Eleitoral o motivo de não terem votado. Essa justificativa deve ser feita em um formulário – Requerimento de Justificativa Eleitoral (RJE) -, que deve ser preenchido e entregue no dia da eleição.

Esse formulário é distribuído gratuitamente nos cartórios eleitorais, nos postos de atendimento ao eleitor, no portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Locais de votação

Assim como foi durante a manhã, vários eleitores capixabas continuaram enfrentando longas filas para votar na parte da tarde. Na Escola Elzira Vivácqua em Jardim Camburi, Vitória, algumas seções tem filas que dão voltas nos corredores. Além disso, a procura foi intensa por eleitores justificando voto.

Casal Marcelo e Bianca. Foto: Priscilla Cerqueira

O casal Marcelo Zaio, 41 e Bianca Costa Zaio, 36 são de São Paulo e justificaram na Escola. Esta é a segunda eleição que o Marcelo deixa de votar.

“Eu não tinha opção de candidato para votar e por isso preferi ficar por aqui. Eu acredito na mudança mas tenho medo do radicalismo. Mesmo assim, tenho esperança de mudança”, disse.
Núbia Carla. Foto:: Priscilla Cerqueira

A administradora Núbia Carla Ribeiro de Oliveira, 35, queria exercer a democracia, mas não conseguiu ir para Barra de São Francisco, cidade onde vota.

Ela justificou o voto em uma escola de Jardim Camburi, em Vitória. “É uma pena eu não ter votado porque tenho certeza que o meu voto faria diferença nas urnas, afinal, precisamos lutar para um país melhor”, declarou.

No Colégio Salesiano, também em jardim Camburi, Vitória, funcionários do TRE-ES informaram que mais de 400 pessoas justificaram o voto.

O casal de aposentados Carlos Augusto Silva Oliveira, 64, aposentado e Benedita Almerina Brito,  61 também precisaram justificar. Eles são de Sergipe, Alagoas. “Eu gosto de votar mas desta vez não deu por questões familiares. Estou esperançoso na mudança do país, mas desacreditado no congresso nacional”, explicou.


Leia mais

TRE-ES registra 34 ocorrências com urnas eletrônicas
Concluída votação em 18 países do exterior
Força-tarefa garante segurança nas eleições
Começa a votação no ES
Eleitores capixabas podem usar camisa de candidatos para votar

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!