A vez de Israel anunciar a saída da Unesco

UNESCO
Foto: Reuters

Depois dos Estados Unidos, agora foi o aliado histórico dos ianques que decidem pela retirada da agência da ONU.

Após o governo dos Estados Unidos anunciar a retirada da Unesco, foi a vez de Israel tomar a mesma medida. O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu anunciou a saída da agência da ONU nessa quinta-feira (12).

Os EUA decidiram pelo afastamento por considerar o órgão como anti-israelense. A diretora da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), Irina Bokova, lamentou o fato.

A Agência EFE informa que Netanyahu classificou a decisão americana como “valente e moral”. Ele instruiu os diplomatas israelenses para iniciar os trâmites necessários à retirada do país da Unesco.

A Unesco foi a primeira agência da ONU a aceitar, em 2011, os palestinos como membros de pleno direito.

Israel tem uma longa história de enfrentamentos com a agência. O país já acusou a Unesco de parcialidade anti-israelense e, em diversas ocasiões, reduziu as suas cotas financeiras anuais como medidas punitiva.

Conteúdo Publicitário
Compartilhe

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome