Indústria e serviços puxam a criação de empregos no ES em 2018

Produção da indústria no Espírito Santo

Nos quatro primeiros meses, mais de 9 mil vagas de trabalho foram criadas no Estado de janeiro a abril

A indústria liderou a geração de postos de trabalho no Espírito Santo nos quatro primeiros meses do ano. Com 5.409 novas vagas no período, o setor produtivo ficou à frente de serviços (5.145), agropecuária (986) e comércio (-2.222). Dessa forma, o Estado fecha o quadrimestre com saldo positivo de 9.381 empregos. No resultado de abril, foram criados 2.765 empregos, crescendo em relação a março (1.780).

A análise foi realizada pelo Ideies com base nos dados do Caged. O órgão é vinculado Pa Federação das Indústrias do Espírito Santo.

A indústria capixaba atualmente representa 23% dos empregos formais do Estado, com 167 mil trabalhadores. É o setor que paga os melhores salários – a remuneração nos três setores pesquisados ficou acima da média estadual.

No saldo de empregos criados de janeiro a abril, a indústria de transformação (3.426) teve maior acréscimo. Logo depois, estão a construção civil (1.934), metalurgia (977) e mecânica (898).

Na análise por município, Serra (2.332) e Aracruz (2.115) apresentaram os melhores saldos. As duas cidades representam 82,2% das vagas criadas no quadrimestre.

A publicação do Ideies aponta que houve maior volume de contratações entre os profissionais com ensino médio completo, com saldo de 4.087 no período, e curso superior, 2.461 novos postos de trabalho.

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!